3.

Fonte: Miami Heat

Tyler Herro – Miami Heat: o próprio o disse, ainda em Kentucky, e não anda nada longe da verdade – «He’s a bucket». O base/extremo que os Heat escolheram é uma máquina de fazer pontos, de todo o lado e de todas as maneiras. Numa equipa que tem escolhido jogadores mais virados para a defesa, é uma agradável surpresa ver um jogador com tanta facilidade para criar pontos (para si e para os colegas) de bola na mão. Tyler Herro proporciona à equipa de Miami o lançador que tanto precisavam para a nova época. Embora não nos possamos esquecer da maneira como descobre colegas, penetra para o cesto ou sai em transição.