Anterior1 de 3Próximo

cab nba

Estamos a menos de um mês do fim de mais uma época regular da NBA (16/04). Deixo então quem, na minha modesta opinião, deveria ganhar os prémios de fim de ano atribuídos pela Liga.

MVP – Steph Curry (PG, Golden State Warriors)

Inigualável, incomparável, imparável. Nem vale a pena considerar outras opções; Curry é o melhor jogador da melhor equipa. Curry está a fazer uma época que pode ser qualificável a nível individual como a melhor de sempre, numa equipa que pode bater o recorde de vitórias dos Chicago Bulls de 95/96 (72-10). Steph aproveitou o “passeio” que tem sido esta época regular para bater o recorde de triplos numa temporada, triplos num jogo e de jogos consecutivos a marcar pelo menos um triplo. Quando está nos seus dias Curry é imparável e os Warriors partem para os playoffs como os grandes favoritos à conquista, reconquista no caso de Golden State, do título da NBA.

Karl-Anthony Towns é o Rookie do ano Fonte: usatoday
Karl-Anthony Towns é o Rookie do ano
Fonte: usatoday

Rookie of the Year – Karl-Anthony Towns (PF/C, Minnesota Timberwolves)

Towns foi a escolha número 1 do draft deste ano e não desiludiu. Antes pelo contrário, impressionou, demonstrando uma maturidade e uma inteligência que vai muito além dos seus 20 anos. O jogador dos Wolves tem como média na sua primeira época na Liga 18 pontos e 10.3 ressaltos por jogo, sendo mais um dos produtos de sucesso saídos da equipa de Kentucky liderada pelo grande John Calipari. Apesar de o presente não ser o melhor para a equipa de Minnesota, o futuro parece ser risonho para um plantel que conta com Towns, Wiggins, Dieng ou LaVine, e vai receber mais uma “pick” alta no draft de 2016.

Most Improved Player – Steph Curry (PG, Golden State Warriors)

Curry foi o MVP da época transacta e os Warriors dominaram os playoffs, acabando por se sagrar campeões da NBA. Surpreendentemente, Steph Curry conseguiu dar um salto incrível no seu jogo de um ano para o outro. O MVP está a fazer uma época regular, perdoem-me desde já a comparação, ao nível das melhores de Michael Jordan, e isso é digno de registo. Uma coisa é jogar o “suficiente” para ser o melhor da NBA; outra é jogar ao nível do melhor jogador de sempre, e o Curry que estamos a ver este ano merece a comparação. Continuo a acreditar que o LeBron James é o melhor jogador da NBA; a sua combinação de atletismo, força, inteligência e técnica fazem dele uma força quase imparável.Mas Curry, quando está nos seus dias e a bola insiste em entrar, é mesmo imparável. Esta categoria poderia ter ido facilmente para o C. J. McCollum de Portland, que também deu um salto incrível no seu jogo.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários