Milwaukee Bucks e Atlanta Hawks no Este e Phoenix Suns e Los Angeles Clippers no Oeste. Depois da segunda ronda dos Playoffs, estas são as quatro equipas que vão disputar um lugar nas finais da NBA.

Algumas das séries foram mais emocionantes que outras, mas em todas assistimos ao expoente do basquetebol a nível mundial. Em quatro confrontos, três precisaram de um Jogo 7 para encontrar os finalistas.

Os melhores intervenientes não desiludiram e ainda tivemos direito a algumas surpresas. O maior exemplo foi a eliminação de um dos grandes favoritos à vitória, os Brooklyn Nets, aos pés de Giannis Antetokounmpo e de uns Milwaukee Bucks que parecem finalmente prontos para os grandes palcos.

Foram precisos sete jogos para se encontrar o vencedor, mas não foi a única série e precisar de “queimar todos os cartuxos”.

Há quem diga que as duas palavras mais bonitas do Desporto são “Jogo 7” e, na Conferência Este, este lema foi seguido à risca. O embate entre os Atlanta Hawks e os Philadelphia 76ers também foi decidido da derradeira partida em que ganhas ou vais de férias. Nos primeiros Playoffs de Trae Young, o base já parece um veterano nestas andanças.

Anúncio Publicitário

No Oeste, os Clippers precisaram de suar bastante frente aos Utah Jazz. Depois do Jogo 7, ficou pelo caminho o detentor do primeiro lugar da conferência durante a temporada regular, numa época que vai ser difícil de esquecer em Salt Lake City. Se ainda existissem dúvidas sobre o talento de Donovan Mitchell, elas ficaram dissipadas.

Com tantas eliminatórias decididas no último suspiro, os Phoenix Suns quiseram tratar rápido do assunto. O adversário, os Denver Nuggets, chegaram à final da conferência no ano transato, mas a ausência de Jamal Murray fez mossa no plantel do Colorado.

Apesar disso, esperava-se uma série mais renhida, mas o veterano Chris Paul e os discípulos, desde Devin Booker e passando por DeAndre Ayton e Mikal Bridges.

O pior desta segunda ronda foram claramente as lesões. Nomes como Kawhi Leonard, James Harden e Kyrie Irving sentiram na pele a dureza de uma temporada que foi uma verdadeira “panela de pressão”. Se todos estivessem saudáveis, a história da época podia ser outra, mas tudo não passa de especulações.

De entre as quatro equipas que chegaram a esta fase da temporada, apenas os Milwaukee Bucks (1971) e Atlanta Hawks (1958) sabem o que é vencer na NBA. Os Los Angeles Clippers atingiram pela primeira vez as finais da conferência e os Phoenix Suns chegaram duas vezes às finais, mas nunca conseguiram vencer. O campeão será, sem dúvida, uma lufada de ar fresco na lista das últimas décadas.

Foto de capa: NBA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome