Anterior1 de 3Próximo

As maiores estrelas da NBA dirigiram-se até Charlotte para a 68º edição do All-Star. Durante três dias, os jovens e os não tão jovens, os especialistas do drible, do triplo e do afundanço maravilharam os milhares que visitaram a Carolina do Norte e os milhões que assistiram em casa. Um evento que terminou com o habitual All-Star Game.

Na sexta-feira foi a vez dos miúdos. A Team USA, treinada por Kyrie Irving, derrotou Dirk Nowitzki e a Team World confortavelmente. Os americanos controlaram do início ao fim e contaram com um Kyle Kuzma inspirado, que terminou com 35 pontos e o troféu de MVP. Jayson Tatum acrescentou 30 pontos e o rookie Trae Young contribuiu com 25. Do lado dos estrangeiros, o australiano Ben Simmons foi quem mais se destacou, com 28 pontos, com o finlandês Lauri Markkanen a terminar com 21.

No sábado, chegaram os concursos. O Skills Challenge foi simpático para quem se atrasou, com os sete duelos a serem vencidos por quem chegou ao lançamento final em último lugar. Jayson Tatum, dos Boston Celtics, derrotou na final o base dos Hawks, Trae Young, com um lançamento do meio-campo. Nos triplos, Stephen Curry era o grande favorito, principalmente a jogar em “casa”. Muitos dos favoritos ficaram logo pelo caminho na primeira ronda, jogadores como Damian Lillard, Kemba Walker ou o campeão do ano anterior, Devin Booker. Na final, no entanto, foi um underdog a levantar o troféu. Joe Harris derrotou Steph Curry e Buddy Hield e levou o prémio para Brooklyn.

O momento da noite de sábado
Fonte: OKC Thunder

Naquele que é sempre o evento mais aguardado da noite, os afundanços falhados acabaram por ganhar o destaque que ninguém queria que tivessem. John Collins partiu a maqueta de um avião, enquanto que Miles Bridges e Dennis Smith Jr. repetiam ataques ao aro. O vencedor da noite acabou por ser o rookie dos Oklahoma City Thunder, Hamidou Diallo, que, para além de ter sido o mais consistente de todo o concurso, conseguiu também o melhor afundanço. O extremo dos Thunder saltou por cima da lenda Shaqille O’Neal e acabou pendurado no aro, com metade do braço dentro do cesto, à la Vince Carter.

Era, por fim, dia do jogo das estrelas. Team LeBron vs. Team Giannis. James apresentava aquela que era, na teoria, a equipa mais forte, mas o grego Antetokounmpo apostava na irreverência (e na sua própria capacidade para dominar um jogo destes).

A primeira-parte ficou marcada por um domínio total e completo da Team Giannis, com o grego a ser o foco principal. De afundanço em afundanço, Antetokounmpo colecionou 20 pontos que valeram uma vantagem de 95-82 à sua equipa. O seu colega de equipa em Milwaukee, Khris Middleton, acrescentou 17 pontos e Paul George juntou mais 14. Na equipa de LeBron, apenas Durant e o próprio James iam contribuindo a um bom ritmo. 14 para KD ao intervalo, 10 para LeBron.

Na segunda-parte, veio a recuperação da Team LeBron. A equipa que vestia de preto chegou a estar a perder por 20 no terceiro período, mas chegou ao fim do mesmo com uma curta vantagem de 132-131, muito graças à incrível habilidade para lançar de qualquer lado de Damian Lillard e Klay Thompson.

Com a partida tão equilibrada no início do último período, os triplos de Kawhi Leonard e a magia de Stephen Curry começaram por aquecer a plateia. No entanto, a equipa de branco ficou sem gás e LeBron, Irving e Durant acabaram por levar a sua equipa à vitória. KD terminou com 31 pontos. Klay Thompson acrescentou 20 na equipa vencedora. Antetokunmpo foi o melhor marcador da noite, com 38 pontos. Ainda na sua equipa, Paul George e Khris Middleton finalizaram a partida com 20 pontos cada. A Team LeBron recuperou de uma desvantagem de 20 pontos e venceu a Team Giannis, que ao intervalo parecia ter a partida sob controlo.

EQUIPAS

Team LeBron: Kawhi Leonard, LeBron James, Kevin Durant, James Harden e Kyrie Irving; Jogaram ainda: Damian Lillard, Klay Thompson, Bradley Beal, LaMarcus Aldridge, Anthony Davis, Dwyane Wade, Karl-Anthony Towns e Ben Simmons.

Team Giannis: Paul George, Giannis Antetokounmpo, Joel Embiid, Stephen Curry e Kemba Walker; Jogaram ainda: Kyle Lowry, Nikola Jokic, Khris Middleton, Russell Westbrook, Blake Griffin, D’Angelo Russell, Nikola Vucevic e Dirk Nowitzki.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários