Com o recomeço da NBA, e com os fãs a marcarem a sua presença de forma virtual, bastantes são os jogadores que se despertaram e andam a mostrar ao mundo o seu verdadeiro talento. Um deles é TJ Warren, shooting-guard dos Indiana Pacers.

O norte-americano, que representou os Phoenix Suns desde 2014, enverga o equipamento dos Indiana Pacers desde o início da época, mas só desde o retorno da competição após a suspensão da mesma é que TJ Warren tem vindo a ser focado pelos holofotes.

Nos três primeiros jogos na “bolha”, TJ Warren concretizou 53, 34 e 32 pontos respetivamente. Antes da suspensão da NBA, o norte-americano marcava, em média, 18.7 pontos por jogo e nunca marcou mais de 30 pontos em jogos consecutivos nas mais de cinco épocas que já leva na competição.

Nada do que temos visto ultimamente por parte de TJ Warren é novo. Aquando caloiro de NC State, tinha uma média de 24.9 pontos por jogo e venceu o prémio de Jogador do Ano na temporada de 2013/14. Mas, mesmo nessa altura, o número máximo de pontos concretizados por Warren em três jogos era 107, quando, na “bolha”, já ultrapassou a marca dos 119 pontos.

Anúncio Publicitário

Pontos à parte, todas as oportunidades contam e TJ Warren tem aproveitado cada uma delas. O shooting-guard dos Indiana Pacers adiciona novos elementos ao jogo, tanto em equipa como a nível particular. Neste momento, Warren é um dos melhores atiradores a médio alcance da equipa, e, esse ponto forte a nível pessoal, eleva também a vertente geral. Ao estar confortável em lançar da linha de três pontos, Warren consegue criar mais espaços para os seus companheiros de equipa, potenciando outras possíveis jogadas de concretização.

Enquanto a sua destreza ofensiva ganha destaque, a estratégia defensiva do norte-americano nunca pareceu ser algo excecional. Nos três primeiros jogos na “bolha” de Orlando, Warren demonstrou a sua capacidade defensiva ao arrecadar sete bloqueios e seis roubos de bola – algo que nunca conseguiu fazer antes num conjunto de três jogos.

TJ Warren consumou a sua mudança para os Indiana Pacers após considerações financeiras da parte dos Phoenix Suns, e é atualmente uma das grandes estrelas da equipa e da “bolha” de Orlando.

Os Indiana Pacers precisam de estrelas e jogadores de elevado nível para marcarem uma posição relativamente ao campeonato ou a um nível avançado dos play-offs. Às estrelas de Indiana que são Victor Oladipo, Malcolm Brogdon e Domantas Sabonis, junta-se nitidamente TJ Warren. E, desta equipa, se continuar com o nível que demonstra ou se existirem mais surpresas como a que está a ser TJ Warren, pode-se esperar uma bela campanha dos Indiana Pacers nos próximos tempos.

Foto de capa: NBA

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

Comentários