A CRÓNICA: SONHO DOS LEÕES EM ALCANÇAR A CHAMPIONS LEAGUE “MORRE NA PRAIA”

Após vencer o Fribourg Olympic, o Sporting CP apenas precisava de uma vitória e defrontou o KK Igokea para garantir uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões, jogo do qual acabou por sair derrotado por 64-70.

A equipa bósnia inaugurou o marcador, mas os leões nunca deixaram que a vantagem dos seus adversários fosse muita. Nos primeiros minutos do encontro, ambas as equipas acusaram nervosismo e pressão, o que culminou em erros de parte a parte que se faziam notar no resultado do encontro. O Igokea foi a equipa que mostrou concentrar-se mais cedo no jogo, ao aproveitar as falhas dos leões e terminar as jogadas em ponto.

Essas mesmas falhas do Sporting foram fulcrais para a derrota que obtiveram, principalmente a agressividade defensiva que levou a um rápido acumular de faltas coletivas. A equipa chegou rapidamente às cinco no primeiro período do encontro, o que facilitou a vida dos bósnios.

O resultado ao intervalo marcava um 32-27, desfavorável para os comandados de Luís Magalhães – técnico que não viajou com a equipa por estado infetado com a COVID-19.

Anúncio Publicitário

No retorno do intervalo, o jogo continuava da mesma forma. Jackie Carmichael, jogador do Igokea, marcou os primeiros pontos dos bósnios no arranque do terceiro período. Em resposta, Jalen Henry, dos leões, aproveitou um triplo e um roubo de bola para diminuir a vantagem.

O Sporting continuava com dificuldades no ataque e, depois do susto pregado pelo número de faltas, leveza na defesa, o que facilitou o trabalho da equipa bósnia em busca da vitória e da fase de grupos da Champions League.

No último período, o Sporting entrou com o pé esquerdo e o Igokea, que estava a perder por um ponto, passou para a frente do marcador. Depois de um timeout pedido pelos leões, Travante Williams, em 15 segundos, anotou dois triplos e aproximou a equipa verde e branca no marcador. Esse foi o último fôlego de esperança porque, depois destes pontos dados por Williams, bastantes foram os turnovers e lances livres falhados que acabaram por entregar a partida ao KK Igokea.

Com esta derrota, o Sporting CP insere-se no grupo C da FIBA Europe Cup, juntamente com o Ironi Ness Ziona, Szolnoki Olajbanjasz e BM Slam.

A FIGURA

Fonte: Basketball Champions League

Jackie Carmichael – Com 16 pontos, oito ressaltos e uma assistência, Jackie Carmichael destacou-se como um dos jogadores fundamentais do KK Igokea. Foi igualmente um dos jogadores que mais tempo participou no encontro e desbloqueou totalmente o ataque da equipa bósnia perante o Sporting.

O FORA DE JOGO

Fonte: Basketball Champions League

Agressividade defensiva inicial do Sporting CP – A rapidez com que o Sporting alcançou as cinco faltas coletivas logo no iniciar do encontro ditou a forma como jogaram o resto da partida. Foi notável uma grande leveza defensiva a partir da sanção do número elevados de faltas cometidas que confortou a equipa bósnia e pressionou os leões.

 

ANÁLISE TÁTICA – SPORTING CP

O Sporting entrou no jogo a acusar nervosismo, mas não deixou a desejar a nível atacante. Travante Williams e John Fields foram as peças basilares da equipa, e todo o jogo dos leões acabou por ser construído à volta dos mesmos. Apesar de terem vantagem na percentagem de tiro exterior em relação à equipa bósnia, acabaram por optar em jogar pelo interior, tomando partido das posições conseguidas por Travante Williams.

CINCO INICIAL – SPORTING CP

Travante Williams (7)

Diogo Ventura (4)

John Fields (8)

João Fernandes (5)

James Ellisor (6)

SUBS UTILIZADOS 

Francisco Amiel (6)

Pedro Catarino (5)

Jalen Henry (7)

Diogo Araújo (4)

Cláudio Fonseca (4)

Shakir Smith (5) 

 

ANÁLISE TÁTICA – KK IGOKEA

 A equipa bósnia é conhecida por ser muito boa a defender a área interior, ao colocar maior parte dos jogadores prontos para ressaltar. Utilizam a vantagem da altura dos jogadores para vencer mais ressaltos e constroem o jogo a partir desse mesmo “bónus” que têm.

CINCO INICIAL – KK IGOKEA 

Edin Atic (6)

Jackie Carmichael (8)

Stefan Fundic (6)

Marko Josilo (7)

Stefan Pot (5)

SUBS UTILIZADOS

Dalibor Ilic (5)

Nikola Jovanovic (7)

Darko Talic (5)

Milan Vulic (5)

Antabia Waller (5)

Stefan Simanic (-)

Kosta Kondic (-)

Artigo revisto