Anterior1 de 2Próximo

As expetativas para esta etapa eram grandes, com bastantes altos e baixos durante o percurso. Uma ligação entre Viana do Castelo e Felgueiras, com 158 quilómetros de extensão. Com quatro prémios de montanha: um de quarta categoria e três de terceira categoria, mais três metas volantes, a meta a coincidir com a chegada era propício a ataques da geral, com cerca de 1600 metros a 8,9% de inclinação média até ao alto do Santuário de Santa Quitéria, na região de Felgueiras.

Veio-se a confirmar, foi uma etapa de muito ataque e com diversos tópicos de interesse. No final, a vitória acabou por sorrir à equipa que tinha ganho a etapa de ontem, a Rádio Popular Boavista, desta vez por intermédio de João Benta.

Etapa 8- Ligação Viana do Castelo- Felgueiras                                                 
Fonte: Volta a Portugal

A W52-FC Porto tem a missão até ao final de destronar a Efapel na liderança da geral. Colocou um homem desde cedo na fuga, Ricardo Mestre, e procurou que a Efapel se desgastasse no pelotão.  Na frente, o português teve a companhia de Gian Friesecke (Swiss Racing Academy).

A maior parte do tempo, foi o ciclista da W52 quem trabalhou, o suíço apenas seguia na roda.

A Efapel teve que assumir o trabalho no pelotão, tendo imposto o ritmo em grande parte da etapa. A diferença da fuga para o pelotão nunca foi expressiva, rondou sempre a casa dos dois minutos. Fuga essa que acabou por ter o seu desfecho por causa dos ataques constantes do pelotão, com ciclistas da Fundación Euskadi e da equipa portista a tentarem sair. O fim da fuga deu-se quando faltavam 16 quilómetros para o risco de meta.

Nos últimos quilómetros foi a W52-FC Porto quem assumiu a dianteira do pelotão e impôs um ritmo elevado à entrada da subida final. A Rádio Popular Boavista procurou endurecer ainda mais a corrida e lançou o ataque de João Benta, dentro do último quilómetro. Enquanto Jóni e João Rodrigues se entreolhavam, o ciclista boavisteiro aproveitou e ganhou metros importantes que o levaram à vitória.

João Benta deu a segunda vitória consecutiva à equipa Boavisteira, tornando esta uma grande Volta a Portugal por parte do conjunto do Professor José Santos.

Jóni e João Rodrigues fizeram segundo e terceiro, respetivamente, ambos a dois segundos de Benta. Com isto, o líder da Efapel continua de amarelo, com um segundo de diferença para o ciclista portista. Gustavo Veloso permanece em terceiro, mesmo tendo perdido três segundos na etapa de hoje, ficando a 18 segundos da camisola amarela.

Amanhã haverá diferenças certamente, visto que vem a mítica etapa que terminará no alto da Srª da Graça.

Daniel Mestre, apesar de ter uma costela partida, continua em prova e é líder da camisola dos pontos. Unai Cuadrado (Fundación Euskadi) lidera na juventude, Luís Gomes continua líder da camisola dos pontos e a Rádio Popular Boavista é líder na classificação por equipas.

Top 10 da etapa 8:

1º lugar- João Benta (Rádio Popular Boavista) 3h:49m:18s

2º lugar- Jóni Brandão (Efapel) +0:02s

3º lugar- João Rodrigues (W52-FC Porto) m.t

4º lugar- Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira) +0:05s

5º lugar- Gustavo Veloso (W52-FC Porto) m.t

6º lugar- Danilo Celano (Amore & Vita) +0:06s

7º lugar- De Mateos (Aviludo-Louletano) m.t

8º lugar- Cristhian Montoya (Medellin) +0:07s

9º lugar- Edgar Pinto (W52-FC Porto) +0:08s

10º lugar- David Rodrigues (Rádio Popular Boavista) m.t

Anterior1 de 2Próximo

Comentários