Anterior2 de 2Próximo

Ao nono dia, novamente um contrarrelógio individual, com o mesmo vencedor. Primoz Roglic voou para a vitória. Ganhou mais de um minuto para todos os seus adversários diretos. Para termos a noção, o segundo classificado, Victor Campenaerts, ficou a onze segundos do esloveno, no entanto, Bauke Mollema que ficou em terceiro, já perdeu um minuto para o primeiro lugar!

Roglic que estava em 12º lugar antes do contrarrelógio, subiu dez lugares e alcançou a segunda posição da geral. No entanto, ainda está a 1m:50s de Conti, que lidera a geral.

Amaro Antunes manteve-se no top dez, mesmo descendo uma posição. Está agora em sétimo da geral individual.

Roglic é o principal candidato à vitória final, já leva duas vitórias
Fonte: Giro d’Italia

Destaques da semana: As duas vitórias de Pascal Ackermann e de Roglic. O alemão assume-se cada vez mais como um dos melhores sprinters do mundo, já o esloveno, cada vez mais é o nome forte nos contrarrelógios!

De destacar também, a conquista de Valerio Conti, ele que nunca tinha liderado numa Grande Volta, conquistou a camisola rosa e mantém a liderança, pelo menos até à décima etapa.

Por último, a integração do top dez da geral individual, do ciclista português. Amaro Antunes tem estado a um bom nível, vamos ver se consegue manter o mesmo ritmo nas semanas que se aproximam, que serão muito mais exigentes.

Por outro lado, no aspeto negativo, destaca-se a desistência de Tom Dumoulin. O Giro ficou claramente a perder e o espetáculo para quem vê ficou mais pobre, ele que era um dos principais favoritos à conquista da prova.

Para muitos a Volta a Itália “começa agora” e nesta segunda semana iremos ter alta montanha, onde é esperado que os homens da geral comecem a estabilizar-se no top dez.

Foto de Capa: Giro d’Italia

Anterior2 de 2Próximo

Comentários