Anterior2 de 2Próximo

A FIGURA:

Fonte: Audi Media Center

Lucas Di Grassi – Mas que corrida do brasileiro! Apesar de cair para o terceiro lugar no principio da corrida, Di Grassi não largou Rowland e Wehrlein durante toda a corrida e, no final de contas, foi a capitalizar no azar ou erro dos mesmos que acabou por vencer uma corrida de loucos.

Vai haver quem diga que teve muita sorte, mas os grandes pilotos não são só aqueles que fazem excelentes ultrapassagens ou que são sempre os mais rápidos. Na maioria das vezes, consistência, inteligência e capacidade de se manter longe de problemas são as maiores qualidades de um piloto. Hoje, Di Grassi mostrou essas qualidades, quase ao estilo de um Alain Prost, e isso não é sorte.

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: Racer Digital

 

Anterior2 de 2Próximo

Comentários