E na qualificação para o Grande Prémio do Bahrain, só deu Ferrari. Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen dominaram por completo as três rondas e lutaram um contra o outro pela pole-position: que acabou por sorrir ao alemão. O finlandês conquistou o segundo melhor tempo da grelha e arranca também da primeira linha.

A Mercedes, apesar de realizar performances visivelmente inferiores, não levantou o pé e Valtteri Bottas vai mesmo sair logo atrás dos Ferrari, da terceira posição. Lewis Hamilton registou o quarto melhor tempo da qualificação mas vai arrancar de nono: o inglês teve de mudar de caixa de velocidades e foi penalizado em cinco posições.

O grande beneficiado da penalização do atual campeão do mundo é Daniel Ricciardo – o australiano da Red Bull subiu um degrau no grid, o que significa um salto de gigante para a segunda linha, ao lado de Bottas. A terceira linha fica assim entregue a Pierre Gasly (que assinou um surpreendente sexto tempo) e Kevin Magnussen.

Verstappen despistou-se na Q1 e ficou arredado da segunda ronda
Fonte: Red Bull Racing

A surpresa da qualificação no circuito de Sakhir é o trambolhão de Max Verstappen. O jovem piloto protagonizou o momento que marcou a Q1, ao despistar-se e destruir a frente do Red Bull. Ficou automaticamente fora da Q2 mas o tempo que tinha fechado anteriormente garantiu-lhe a 15.ª posição. Também Romain Grosjean – uma das principais surpresas e revelações do primeiro GP da temporada – ficou logo pela primeira ronda e vai arrancar de 16.º.

Sebastian Vettel começa o Grande Prémio do Bahrain com uma valiosa vantagem, depois de ter vencido a prova da Austrália, num domingo em que Lewis Hamilton terá de fazer uma corrida de escalada caso queira chegar aos lugares cimeiros. 

Foto de Capa: Scuderia Ferrari

Comentários