Anterior1 de 2Próximo

O circuito de Brno, na Republica Checa, recebeu este fim-de-semana o Grande Prémio de MotoGP onde Marc Márquez voltou a ser rei e senhor do asfalto. Tivemos mais do mesmo, onde nenhum piloto esteve à altura do espanhol da Honda Repsol.

A corrida começou com quarenta minutos de atraso, já que não havia condições de segurança em duas das curvas do traçado checo. A direção de corrida ouviu todos os pilotos e só houve luz verde quando o asfalto já estava seco e com garantia de segurança.

Se no sábado Marc Márquez voltou a bater recordes ao conquistar a 58ª pole position da carreira, o dia de hoje também prometia ser de conquista.

A boa disposição reinou no pódio
Fonte: MotoGP

Mas vejamos o que se passou no traçado checo. O piloto espanhol, Márquez, beneficiou da sua pole position, não perdeu a posição logo no arranque da corrida e foi seguido de Andrea Dovizioso, Jack Miller, Alex Rins, Pol Espargaró e Valentino Rossi.

Anúncio Publicitário

Rins conseguiu ganhar o lugar a Miller e fechava o pódio. Já o português, Miguel Oliveira, conseguia alcançar a 13ª posição e mostrava-se bastante confiante.

Na frente, lá continuava Márquez que liderava a corrida a seu belo prazer, sem oposição direta de Dovizioso ou Rins. Enganem-se quem acha que esta corrida teve um final frenético.

Brno foi de Márquez desde o primeiro momento, e Dovizioso não teve qualquer andamento para o piloto espanhol.

É verdade, o Grande Prémio da República Checa foi tão aborrecido que a seis voltas do final já o vencedor parecia definido com Márquez a liderar com mais de dois segundos para o italiano da Ducati. Ainda assim, houve tempo para o piloto da Honda apanhar um pequeno susto e ver a vitória por um fio.

Podemos dizer que a luta mais intensa deste Grande Prémio foi travada entre Miller e Rins pelo último lugar do pódio. Mas foi Miller a levar a melhor e terminou a corrida em terceiro lugar, atrás do Rei Márquez e do italiano Andrea Dovizioso.

Miguel Oliveira não teve a vida fácil, mas voltou a terminar nos pontos.
Fonte: KTM Tech3

Já o falcão de Almada, terminou a corrida na 13ª posição conseguindo assim um dos melhores resultados da temporada. E a confirmar o que já temos visto: Oliveira está aqui para aprender e quer levar aquela KTM à glória.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários