O mundial de motociclismo viajou até ao circuito de Motegi, no Japão, para mais uma corrida que acabou por ser decisiva nas contas do título de campeão mundial da categoria rainha. 

O circuito de Motegi é conhecido como sendo a casa da equipa Honda, e Marc Márquez (Honda) chegou ao Japão com hipóteses de se tornar campeão do mundo. Para isso, bastava que o seu rival direto Andrea Dovizioso (Ducati) sofresse uma queda… e ironia ou não, foi isso mesmo que aconteceu.

Mas voltemos à corrida, o piloto espanhol da Honda partiu da segunda fila da grelha de partida que era liderada por Dovizioso. Mas Márquez sabia que a corrida deste fim-de-semana podia ser decisiva e conseguiu alcançar a terceira posição logo nas primeiras curvas da prova, e acabou por ultrapassar Jack Miller e chegar ao segundo lugar, logo através do piloto da Ducati. 

Márquez e Dovizioso em mais um duelo
Fonte: MotoGP

Com Jorge Lorenzo de fora deste grande prémio, a luta pela vitória parecia estar reservada para Márquez e Andrea Dovizioso, uma vez mais. O italiano seguia aos comandos da Ducati e na liderança da corrida, perseguido pelo espanhol da Honda e de Valentino Rossi. 

À semelhança dos últimos grandes prémios, os dois pilotos da frente tiveram dificuldades em distanciarem-se do resto do grupo, e só a poucas voltas do final conseguiram impor o seu ritmo e lutar pela vitória. Quando faltavam, apenas, três voltas para o final da corrida, Marc Márquez conseguiu ultrapassar o piloto da Ducati que tentou correr atrás do prejuízo e não perder distância para o espanhol.

À saída da curva 10, Andrea Dovizioso tentou ultrapassar Márquez e acabou por sofrer uma queda… Enquanto o piloto da Honda ficou com o caminho livre para conquistar o seu quinto título mundial na categoria de MotoGP, e sétimo da carreira.

Aos vinte cinco anos, Márquez é o melhor da sua idade na história do mundial de motociclismo e o mais novo a tornar-se pentacampeão na classe rainha. Com esta conquista, o piloto espanhol volta a provar que todos os seus títulos são fruto de trabalho pessoal e em conjunto com os responsáveis da marca japonesa Honda.  

Com este título, Marc Márquez igualou os cinco campeonatos conquistados por Mick Doohan, antigo piloto da Honda.

Márquez é pentacampeão na categoria rainha do mundial de motociclismo
Fonte: MotoGP

Na categoria de Moto2, o português Miguel Oliveira alcançou o terceiro lugar, numa corrida onde o vencedor inicial foi desclassificado depois de terem sido encontrados, no pneu traseiro, níveis de pressão inferiores àqueles que são permitidos pelo regulamento. O rival direto de Oliveira, Francesco Bagnaia foi declarado vencedor e distanciou-se do português na classificação geral e na luta pelo título de campeão mundial. 

No entanto, Miguel Oliveira não se dá por vencido e ainda tem três grandes prémios para lutar pelo título. 

Foto de Capa: MotoGP

Comentários