Anterior1 de 2Próximo

Termina a época, mas não o trabalho. Depois da última corrida do campeonato de 2018, em Valência, a pista ainda não tinha arrefecido e os pilotos já rodavam. É tempo de preparar a próxima temporada.

Foi esta terça e quarta-feira que os pilotos da categoria de MotoGP começaram a testar. Um dia de recomeço para uns, e estreia, para outros. No caso da equipa Movistar Yamaha mantêm-se os pilotos e melhoram-se os motores. Valentino Rossi conseguiu bons tempos ao longo dos dois dias de testes e o seu companheiro de equipa, Maverick Viñales, permaneceu no topo da tabela de tempos. Confirma-se um balanço positivo para a Yamaha, que não esteve no seu melhor no campeonato deste ano.

O atual campeão mundial, Marc Marquez, permanece na equipa Repsol Honda e conseguiu estar sempre no top três. Depois da saída de Dani Pedrosa, o espanhol tem um novo companheiro de equipa. Jorge Lorenzo deixou a Ducati para se juntar a Marquez e pilotar uma Honda. Tendo em conta que o piloto ainda está a recuperar de uma lesão e não se encontra a 100%, o resultado foi bastante positivo ao conseguir alcançar o 12º lugar no segundo dia de testes.

Por falar em Ducati, o vencedor da corrida em Valência, Andrea Dovizioso, permanece na equipa, tendo conseguido o segundo lugar nos testes desta semana. O italiano tem um novo companheiro de equipa, Danilo Petrucci, que já pilotava uma Ducati. Agora está na equipa oficial e tudo indica que se está a adaptar bem, visto que conseguiu o quinto lugar nos testes. O ex companheiro de equipa de Petrucci, Jack Miller, permanece na Pramac Ducati. Terminou o último dia de testes em quarto lugar e tem um novo companheiro de equipa: Francesco Bagnaia. O italiano teve uma estreia positiva na classe rainha e alcançou o 11.º na tabela de tempos.

Francesco Bagnaia, campeão do mundo de Moto2, na estreia em MotoGP
Fonte: MotoGP

No que diz respeito a novatos não ficamos por aqui. O espanhol Joan Mir também se estreou em MotoGP na Suzuki Ecstar com o segundo melhor tempo dos rookies, tendo terminado com o 14º melhor tempo. O seu colega de equipa, Alex Rins, também alcançou um resultado positivo: terminou em sétimo lugar.

Uma outra equipa de fábrica com novidades é a KTM. Pol Espargaro permanece na equipa e termina os dois dias de testes mais ou menos a meio da tabela de tempos – um resultado positivo para o piloto espanhol. Johann Zarco é o seu novo colega de equipa. O francês ainda não se conseguiu adaptar da melhor forma à nova equipa, tendo conseguido apenas o 21º melhor tempo e tendo sofrido uma queda.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários