Marc Marquez tem um recorde incrível no traçado alemão. Partiu da pole position e venceu nos últimos nove anos. Até agora, não deu hipótese a mais ninguém e é o grande candidato a vencer novamente.

Apesar de ter dominado sempre em Sachsenring, há sempre uma última vez para tudo. Muitos são os pilotos que têm possibilidade de desafiar o campeão mundial numa das suas pistas de eleição. No entanto, bater Marquez não será tarefa fácil e teremos de esperar para ver se alguém terá hipótese de bater o rei do circuito alemão.

Na conferência de imprensa desta quinta-feira, o piloto espanhol mostrou-se confiante e realçou a boa forma em que se encontra. Assen foi, sem dúvida, uma das pistas mais complicadas até ao momento mas, mesmo assim, conseguiu terminar na segunda posição. Porém, o piloto da Honda sublinhou ainda que tem muito oponentes que terá de derrotar na corrida de domingo e só no decorrer dos treinos e da qualificação é que conseguirá perceber quais são as suas reais hipóteses de fazer a vitória número 10.

Pode parecer óbvio que Marquez irá vencer em Sachsenring mas nem o próprio esquece o que aconteceu em Austin. O espanhol tinha vencido no circuito amercano nos últimos anos mas viria a sofrer uma queda. Aquele que poderia ser uma das melhores corridas do campeonato acabou por ser a pior, até ao momento. Dito isto, o fantasma do erro cometido no início da temporada ainda paira sobre Márquez que não esquece que terá de lutar pela vitória sem nunca perder o foco.

A Yamaha esteve muito bem em Assen com Maverick Viñales a conseguir a vitória. Sachsenring é uma pista na qual a Yamaha costuma mostrar-se com uma boa performance, até porque, no ano passado, Rossi e Viñales terminaram em segundo e terceiro lugar, respetivamente. O piloto espanhol está motivado para repetir o pódio e arrecadar mais alguns pontos para o campeonato. Tem perfeita noção de que Marquez é, sem dúvida, o alvo a abater mas, visto que nada tem a perder, irá arriscar ao máximo. O piloto da Yamaha terminou em quinto os treinos desta manhã mas foi Valentino Rossi que voltou a surpreender no traçado alemão. O italiano quer mostrar que ainda tem o que é necessário para voltar à luta pelo top 3 e assim voltar a pontuar. Rossi manteve –se muito forte e consistente durante a FP1 e parece ser um início muito positivo para este Grande Prémio da Alemanha.

Depois de cair logo no início da corrida em Assen, Alex Rins tem boas hipóteses de lutar pelo pódio em Sachsenring. O piloto da Suzuki quererá, certamente, redimir-se do resultado anterior e nada seria melhor do que regressar ao pódio. O piloto espanhol desceu uma posição no campeonato e irá, claro, querer recuperá-la.

Quem também estará ansioso para regressar ao top 3 é Danilo Petrucci. O italiano vai querer selar o acordo com a Ducati para 2020 com mais um lugar no pódio. Está agora em terceiro no campeonato e quer uma melhor prestação do que aquela que conseguiu em Assen. Petrucci tem boas hipóteses em Sachsenring pois, apesar de não ser o melhor circuito para a Ducati, o italiano costuma dar-se bem no traçado alemão. No ano passado, terminou na quarta posição e sente-se confiante de que poderá lutar uma vez mais pelo pódio. Petrucci e Dovizioso terão de enfrentar grandes dificuldades para se manter perto de Marc Marquez e, quem sabe, desafiá-lo. Esta manhã Dovizioso esteve melhor do que o colega de equipa, ao terminar na sexta posição. Petrucci terminou em 15.º mas nada está perdido.

Será mesmo todos contra Marquez?
Fonte: Ducati

No entanto, nunca podemos colocar de parte Fabio Quartararo. O rookie francês regressou ao pódio em Assen, apesar das dores que ainda sentia no braço, decorrentes da cirurgia que realizou. Hoje de manhã, já no final da sessão, acabou por conseguir bater Marquez. É de realçar que o tempo do espanhol nunca esteve em perigo durante o resto da sessão e só o francês foi capaz de o tirar do topo da tabela de tempos. Teremos de esperar para ver o que acontece durante o fim-de-semana mas Quartararo poderá, certamente, vir a lutar pelo pódio e, quem sabe, pela vitória.

Foto de Capa: MotoGP

Comentários