Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho modalidades

A época começou no Qatar, onde todas as expectativas se concentravam no campeão do Mundo, Jorge Lorenzo, e na Yamaha Movistar, que tinham registado os melhores tempos nos vários testes de Inverno. E, apesar das dificuldades criadas por Marc Marquez e Andrea Dovizioso, o piloto espanhol conseguiu inaugurar a sua temporada com uma vitória. Já Valentino Rossi, companheiro de Jorge Lorenzo, não foi além do quarto lugar.

Jorge Lorenzo  Fonte: MotoGP
As expectativas estavam todas em Jorge Lorenzo
Fonte: MotoGP

Os pilotos das duas rodas viajaram do circuito de Losail para a Argentina, naquele que foi o segundo Grande Prémio da temporada. E, aqui, os protagonistas foram outros. A equipa da Honda Repsol dominou, por completo, todo o fim-de-semana, e Marc Marquez conseguiu alcançar a primeira vitória de 2016. E a tentar esquecer a má época de 2015, em que ficou muito aquém das expectativas.

Das Termas de Rio Hondo directamente para Austin… E para o Grande Prémio das Américas, onde Marc Marquez mostrou estar no seu bom momento e a conseguir a segunda vitória consecutiva. Jorge Lorenzo ficou no segundo lugar do pódio, e Valentino Rossi acabou por sofrer uma queda e não terminou a corrida.

Entre o Grande Prémio das Américas e o Grande Prémio de Jerez de la Frontera foram anunciadas mudanças no seio da equipa da Yamaha Movistar: Valentino Rossi prolongou o seu contrato e Jorge Lorenzo – vou apelidá-lo de Jorge Jesus, porque esta mudança assemelha-se muito à mudança do ex-treinador do Benfica para o Sporting – assinou pela Ducati.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários