Amanda Nunes vs Holly Holm

Amanda Nunes regressou à divisão de peso-galo para defender o seu título contra Holly Holm. Nunes estava imparável: 9 vitórias consecutivas com 7 finalizações.

Holly Holm tinha oportunidade de surpreender o mundo novamente, pois já tinha derrotado Ronda Rousey, na altura uma campeã dominante. Holm em 7 combates só venceu dois, mas a sua qualidade de strike é inegável.

Holm entrou no combate paciente, a querer lutar longe de Amanda devido à sua vantagem na envergadura. Amanda estava a conseguir acertar alguns golpes quando tentava encurtar essa distância. Até que num contra-ataque a um pontapé de Holm, Amanda lança um pontapé alto à cabeça e nocauteia a adversária.

Pontapé de Amanda Nunes que nocauteou Holly Holm
Fonte: UFC
Desta forma Amanda Nunes reteve o seu título de peso-galo. A brasileira também é campeã de peso-pena, e poderá agora lutar novamente nessa divisão visto que já derrotou a grande maioria das lutadoras no peso-galo.

Jorge Masvidal vs Ben Askren

Ben Askren estava invicto à entrada para este combate. Askren venceu o seu primeiro combate no UFC por submissão frente a Robbie Lawler em março, e procurava ficar mais perto de uma luta de título depois deste combate.

Depois de dois anos sem lutar, Jorge Masvidal regressou em março ao vencer Darren Till por KO na segunda ronda. À entrada para este combate foram muitas as trocas de palavras entre os dois atletas, e estiveram frente a frente antes das pesagens.

Não há muito a falar da luta em si. Mal o árbitro ordenou o começo do combate Masvidal começou a correr em direção a Askren. Este tentou uma projeção e baixou-se de forma a conseguir agarrar o adversário. Mas Masvidal percebeu isso e aplicou um joelho saltado que nocauteou de imediato Askren.

Momento do joelho saltado de Masvidal que nocauteou Ben Askren
Fonte: UFC

Este KO foi o mais rápido da história do UFC: bastaram 5 segundos.