Jan Blachowicz vs Luke Rockhold

Era a estreia de Luke Rockhold na divisão de peso meio-pesado. O americano lutava antes em peso-médio, onde foi campeão, mas os recentes problemas com o corte de peso fizeram-no subir uma categoria.

Blachowicz vinha de uma derrota frente a Thiago Santos e planeava relançar-se na divisão, depois de ter somado quatro vitórias consecutivas.

O combate começou com alguma troca de strikes mas rapidamente foi para o corpo a corpo. Este clinch teve pouca ação exceto duas fortes cotoveladas de Blachowicz. Luke ainda teve tempo para mostrar o seu strike afinado, mas mesmo a terminar o round Blachowicz abanou Rockhold, que parecia cansado.

No segundo assalto Rockhold entrou agressivo, mas procurou novamente o corpo a corpo. Era visível o cansaço do americano. Quando sai deste clinch, Blachowicz aplicou um forte cruzado de esquerda e nocauteou Rockhold.

Blachowicz lança um direto a Rockhold
Fonte: UFC
A estreia na nova divisão não correu como expectada para Luke Rockhold. O americano lutou com um elástico que protegia a canela devido a uma infeção. Quando um atleta tem uma infeção normalmente a sua resistência e forma diminuem e pode ter sido isso que causou problemas a Rockhold. De qualquer forma foi uma excelente performance de Blachowicz.

Diego Sanchez vs Michael Chiesa

Era o segundo combate de Michael Chiesa na divisão de peso meio-médio. Depois de ter derrotado Carlos Condit em dezembro, o americano procurava mais uma vitória para subir nos rankings da categoria.

Já Diego Sanchez estava a relançar novamente a carreira: depois de duas derrotas, Sanchez venceu dois combates seguidos.

Sanchez entrou forte e fez logo uma projeção. Chiesa é muito forte na luta de chão, e esteve muito bem neste aspeto. Procurou sempre melhorar as posições, fazer várias transições e tentar submissões.

Anúncio Publicitário

No segundo round Chiesa levou o combate para o chão e esteve muito bem. Misturou as trocas de posições com o lançar de golpes de forma a tentar finalizar. Procurou sempre uma posição melhor para finalizar a luta com golpes ou com uma submissão. Apesar de estar com dificuldades, Diego não desistia e tentava também lutar por várias posições no chão.

Chiesa em posição dominante contra Diego Sanchez
Fonte: UFC

A terceira ronda foi mais uma dominadora para Chiesa. Apesar de ter procurado menos a submissão, manteve-se muito composto durante toda a ronda.

No final os juízes atribuíram a vitória a Michael Chiesa por decisão unânime: 30-26 (3x).

O próximo evento de UFC será a Fight Night Sacramento, no dia 13 de julho. O cartaz será protagonizado pelo combate entre Germaine De Radamie e Aspen Ladd, mas nele também irão combater Urijah Faber, Josh Emmett e Beneil Dariush.

 

Foto de Capa: UFC