Cabeçalho modalidades

Numa era em que os famosos e controversos “Internet Fans” dominam o panorama mundial do wrestling, o WhatCulture Wrestling, um dos sites da modalidade com mais seguidores globalmente, chocou tudo e todos com a rescisão de contrato com cinco das suas mais irreverentes personagens do canal. Será que o site, assim como o canal de YouTube, vai sofrer com este golpe inesperado?

No passado dia 19 de setembro, através de uma publicação no seu site (whatculture.com), o grupo sediado em Newcastle publicou uma nota sobre a saída de Adam Blampied, Adam Pacitti, Ross Tweddell, Sam Driver e Jack King, cinco dos mais importantes membros do canal do YouTube do WhatCulture. Os cincos apresentadores elevaram o seu canal do YouTube para mais de um milhão de subscritores , criando também a sua própria promoção de wrestling (WCPW) e um serviço premium pago (WhatCulture Wrestling Extra).

Adam Blampied foi uma das principais caras do WhatCulture Wrestling durante os últimos dois anos Fonte: Pro Wrestling Wiki
Adam Blampied foi uma das principais caras do WhatCulture Wrestling durante os últimos dois anos
Fonte: Pro Wrestling Wiki

A notícia chocou toda a comunidade online de wrestling que, desde cedo, fez por mostrar o seu desânimo com o desaparecimento de figuras muito reconhecidas e respeitadas por todo o mundo. Os primeiros vídeos publicados no YouTube após o anúncio tiveram um número anormalmente alto de dislikes e os comentários refletiam o estado de espírito dos fãs do segundo maior canal de wrestling (apenas atrás do canal oficial da WWE). Após este acontecimento, o que será feito do WhatCulture Wrestling?

Inicialmente, quem ficou a ganhar foram os restantes canais de wrestling no YouTube. O WrestletalkTV, que utiliza um esquema informativo bastante semelhante ao WhatCulture, ganhou mais subscritores e visualizações nos dias após o anúncio da saída dos cinco ex-membros do canal. Em sentido inverso, o WhatCulture Wrestling perdeu quase 15 mil subscritores em apenas quatro dias e, segundo a tendência, o canal irá continuar nesta senda negativa. A sua promoção de wrestling, WCPW, irá mudar de nome para Defiant Wrestling em dezembro, fruto da ausência de figuras influentes nos episódios, como Jack The Jobber, King Ross e os Adam’s.

Anúncio Publicitário

Caso o canal inglês não consiga encontrar novas caras que sejam aceites pela sua audiência num futuro próximo, o WhatCulture Wrestling pode, no pior dos cenários, desaparecer. Contudo, com a presença de Simon Miller, um dos rostos mais conhecidos pelo público, ainda existe alguma esperança para os fãs do canal. Quanto aos cincos membros que saíram do WcW, crê-se que estão a trabalhar num novo projeto. Contudo, ainda não existem qualquer tipo de pormenores relativamente ao mesmo.

Foto de Capa: WhatCulture

Comentários