Cabeçalho modalidadesJá começaram os playoffs para decidir o vencedor da Liga dos Campeões de Hóquei no Gelo da época 2017-2018. Criada em 2014 pela Federação Internacional de Hóquei no Gelo, a Liga junta os melhores clubes do continente europeu e está dividida numa fase de grupos e numa fase de playoffs a duas mãos, substituindo o Troféu Europeu, que antes se disputava num formato bastante diferente. As três edições já disputadas foram sempre vencidas por equipas suecas, com destaque para o Frolunda HC, finalista vencido em 2014/2015 e vencedor nos dois anos seguintes e, mais uma vez, favorito para o triunfo nesta temporada.

Na primeira fase, oito grupos de quatro equipas permitiram apurar as 16 equipas para os oitavos de final, cuja primeira ronda já está a ser disputada. Mais uma vez, a Suécia mostrou-se bem representada, ao colocar quatro das suas cinco equipas nos oitavos, com a maior surpresa a ser o apuramento em primeiro lugar do seu grupo dos Nottingham Panthers. Os britânicos já haviam vencido a Taça Continental, o troféu europeu de segunda linha, na época passada, tornando-se a primeira equipa do Reino Unido a vencer uma prova europeia, e este ano voltou a fazer história para o Hóquei do seu país.

Analisando, então, o quadro daqui para a frente: as duas equipas finlandesas ainda em prova, JYP e Tappara, lutam para depois defrontar o vencedor da eliminatória entre Kometa Brno e EV Zug. Das quatro, o Tappara, que fez uma fase de grupos de alto nível, é o maior favorito a chegar às semi-finais, mas o JYP leva uma vantagem de dois golos, depois de ter vencido a primeira mão em casa e poderá alcançar a surpresa. Já o Kometa Brno venceu 4-3 em casa para deixar tudo em aberto para a deslocação a Zug.

O quadro dos playoffs Fonte: Champions Hockey League
O quadro dos playoffs
Fonte: Champions Hockey League

Mais abaixo no quadro, o Adler Mannheim e o Brynas IF disputam uma das mais equilibradas eliminatórias, com os suecos a vencerem 2-3 na Alemanha a primeira mão, mas tudo ainda para ser decidido e uma destas duas equipas, candidatas a chegar longe, a ficar desde já pelo caminho. O vencedor defrontará o Malmo Redhawks ou o Ocelari Trinec, com o Malmo a continuar como favorito apesar de ter sido surpreendido por 1-2 em casa pelos checos.

Mesmo tendo um adversário difícil no SC Bern, o Red Bull Munchen continuou a sua boa campanha, venceu fora na primeira volta e começa a afirmar-se como um perigo na competição e, se confirmar a vitória em casa, partirá como favorito para o jogo contra Red Bull Salzburgo ou Vaxjo Lakers, mais um confronto equilibrado que viu os austríacos ganhar em casa 2-1 o primeiro jogo.

Anúncio Publicitário

Finalmente, os suíços do ZSC Lions estão em pole position para acabar com o sonho dos Nottingham Panthers e defrontar os favoritos do Frolunda nos quartos, depois de vencer 3-1 em casa. Os campeões em título continuam a sua defesa do título de forma impecável e, após não terem sido uma única vez derrotados na fase de grupos, venceram fora o Liberec por 2-3.

Mais uma vez, o Frolunda parte para esta fase final da competição com todo o favoritismo, este ano com os olhos postos em Rasmus Dahlin, um prodígio de apenas 17 anos que é apontado como uma possível primeira escolha do próximo draft da NHL. Entre os adversários, o nível é mais equilibrado. Ainda assim, o Red Bull Munchen tem vindo a afirmar-se e um potencial encontro nas meias-finais seria interessante de acompanhar. Na parte superior do quadro, Malmo Redhawks e Tappara parecem ser as maiores ameaças, mas terão primeiro de ultrapassar a desvantagem em que se ambos se encontram nas suas eliminatórias.

Foto de Capa: Frolunda HC

Artigo revisto por: Francisca Carvalho