Anterior1 de 2Próximo

Esta história tem início no final da época passada das competições FPF eSports, mais concretamente no fim do mês de Junho. Em declaração oficial, as actividades relativas ao Pro Clubs nacional foram suspensas até o passado dia 1 de Setembro, muito por causa das conversações com a EA Sports, FIFA e a FPF eSports. Sendo que, com essa suspensão toda a preparação com vista para o FIFA 20 e a época 19/20 esteve interrompida até novo comunicado da FPF eSports.

Pelas redes sociais gerou-se bastante polémica e ao mesmo tempo muita insegurança sobre o futuro do Pro Clubs no cenário nacional. Centenas de jogadores e equipas ficaram alarmadas com toda esta situação e sem perceber muito bem qual seria sobretudo a curto-prazo o destino das competições da FPF eSports.

É certo que durante este período de dois meses e meio muita especulação foi feita por parte dos jogadores e membros envolventes que simplesmente esperam um salto competitivo por parte da EA Sports e também um reconhecimento sobre o que o modo Pro Clubs traz para o eSports nacionais e internacionais.

Os símbolos das competições de eSports da FPF
Fonte: FPF eSports

Assim como prometido, um comunicado foi emitido no início desta semana na plataforma da FPF eSports no qual revelou que a suspensão foi levantada e as conversações com a EA Sports e FIFA terminaram.

Pode-se ler na declaração o seguinte: «Desde 2017, a FPF eSports tem feito um trabalho de desenvolvimento no modo Pro Clubs em conjunto com a comunidade, com resultados positivos e exemplares. Este trabalho tem sido, desde então, apresentado junto da equipa da EA e responsável pela gestão do videojogo FIFA e respetivo modo de jogo Pro Clubs. Infelizmente, no final da época 2018/2019, a FPF foi levada a limitar toda a sua atividade a nível de Pro Clubs por esta ser contra a estratégia da produtora do vídeojogo. Durante a transição desta última época, a FPF voltou a reunir com a EA para definir uma estratégia para o panorama nacional das competições de Pro Clubs».

Anterior1 de 2Próximo

Comentários