cab ténis

O quadro principal do Millennium Estoril Open, apesar de não contar com nenhum jogador do top10 mundial, pauta pelo equilíbrio e a incerteza sobre quem vai sair vencedor na final do próximo domingo; João Sousa, o melhor jogador português de sempre, defronta Rui Machado na primeira ronda do torneio português

O sorteio, realizado no passado dia 25 de Abril, foi bastante caprichoso; comecemos pelos mais jovens. Frederico Silva, que faz hoje a sua estreia em torneios ATP, vai defrontar o experiente luxemburguês Gilles Muller (8.º pré designado). O mais jovem dos portugueses presentes no quadro principal não terá tarefa nada fácil perante Muller. No entanto, Kiko terá as suas hipóteses e deve sobretudo desfrutar da oportunidade que lhe foi concedida, apenas desta forma poderá eventualmente seguir em frente.

Gastão Elias, que por duas vezes já alcançou os Quartos-de-final em solo português, terá, pelo menos em teoria, uma tarefa bastante mais facilidade visto que jogará contra um tenista oriundo da fase de qualificação. Por último, e infelizmente para os tenistas portugueses, o sorteio quis que Rui Machado, que beneficiou de um convite por parte da organização, defrontasse João Sousa. O Vimaranense, que, contrariamente ao ano transato, não foi cabeça de série, não deverá ter grandes dificuldades em bater o algarvio. Todavia, qualquer que seja o vencedoro, a tarefa não se adivinha nada fácil; Jeremy Chardy, 6.º cabeça-de-série, ou Borna Coric, que recentemente bateu Andy Murray, são jogadores que irão certamente causar grandes dificuldades.

Fonte: Facebook oficial do Millennium Estoril Open
Fonte: Facebook oficial do Millennium Estoril Open

Posto isto, e como já foi anteriormente referido, o quadro encontra-se bastante aberto e é difícil prever um vencedor. Contudo, e tendo em conta o atual momento de forma, na minha opinião o grande favorito à conquista do titulo é o espanhol Tommy Robredo; relativamente a João Sousa, o tenista português terá de saber lidar com a pressão e, utilizando uma expressão futebolística, pensar jogo a jogo. Espera-nos um torneio bastante atrativo e pautado pelo espetaculo. Deixo-vos com algumas das minhas previsões para o torneio português:

Vencedor – Tommy Robredo

Maior “surpresa” – Nicolas Almagro/Gastão Elias

Maior desilusão – Nick Kyrgios

Comentários