sl benfica cabeçalho 1

Com algumas alterações, o Benfica espalhou classe em Moreira de Cónegos e está nas meias-finais. Ederson, Lindelof e Nelson Semedo voltaram a ser titulares, o guarda-redes e o central aproveitam esta prova para mostrarem que são opção e o lateral vai voltando à forma física a que nos habituou.

Tal como Rui Vitória tinha afirmado, este era quase um jogo a eliminar e era importante não haver descuido. E o Benfica mostrou ter a lição estudada. Em 20 minutos tudo ficou resolvido. Talisca, de penalti, num lance onde surgem duvidas pois minutos antes acontece um caso parecido mas a favor do Moreirense (não na grande área). O brasileiro voltou a mostrar que está de pé quente ao marcar o segundo, depois de um fantástico trabalho de Gaitan, a não desistir do lance. E seria o mago argentino a ter o momento da noite. Pegou na bola, fez o que quis de 3 jogadores do Moreirense e marcou o terceiro. Lance de génio e apenas mais um dia na vida desta craque.

Ao Moreirense cabia apenas lutar pela honra. Iuri Medeiros não baixou os braços e num bom lance marcou o golo de honra. Se os homens de Miguel Leal esperavam reagir com este golo, essa reacção morreu no momento em que João Sousa aliviou mal a bola, Jiminez ganhou o lance e fez um fantástico chapéu a Nilson. Em meia-hora, 5 golos e o Benfica com a questão resolvida.

Gaitan e Talisca, os heróis da noite Fonte: SL Benfica
Gaitan e Talisca, os heróis da noite
Fonte: SL Benfica

A segunda parte foi apenas uma obrigatoriedade. O jogo continuou animado, o Benfica ia espalhando classe e mostrando nota artística, o Moreirense tentava limpar a má imagem deixada na primeira parte. Grimaldo foi finalmente lançado e não desiludiu. O defesa tem capacidade para fazer bons cruzamentos e basta ganhar mais rotinas com a equipa. Esperemos que seja uma questão de tempo até sentar o Eliseu. Ainda deu tempo para ver Talisca a marcar um golão e Gaitan fazer o segundo da sua conta.

Anúncio Publicitário

Tudo somado, 6 golos e um passeio por Moreira de Cónegos. É indiscutível que o Benfica atravessa a melhor fase da temporada, que é outra equipa completamente diferente do que era há uns meses e chega apresentar nota artística em alguns jogos. Para além de ter garantido a qualificação, este jogo deu para tirar alguns apontamentos sobre vários jogadores, tal como Grimaldo que já foi referido, Nelson Semedo, que será uma questão de tempo até voltar à titularidade e Talisca. O brasileiro tem de jogar atrás do avançado. No meio-campo é um corpo estranho, mas atrás do avançado é que o brasileiro rende. A tácita e a equipa do Benfica não permite que jogue sempre nessa posição, mas quando for para jogar, terá de ser aqui.

A Figura:

Nico Gaitan- Classe, magia, qualidade…Podia fazer um paragrafo só com as qualidade de Gaitan. O mago argentino está de volta e voltou a mostrar como se faz. Os benfiquistas já tinham saudades tuas.

O Fora-de-Jogo:

Defesa do Moreirense- O segundo e o quarto golo nascem de dois erros fatais e que aparecem na altura errada. No segundo golo, e quando o Moreirense poderia reagir, o defesa confiou na sorte e esperou que a bola saísse pela linha, o que não aconteceu. No 3º, e logo a seguir ao golo do Moreirense, a bola foi mal aliviada. Dois erros que explicam muito desta goleada.

Foto de Capa: SL Benfica