Série C

Descendo um pouco mais no território nacional, encontra-se a série mais competitiva e imprevisível de todas. Na minha opinião é um pouco nivelada por baixo e os empates são a sua imagem de marca, pois é possível encontrar oito clubes que têm mais empates do que vitórias ou derrotas. É o grupo onde se marcam menos golos, mas tem em Leandro Antunes uma das principais figuras, o qual já apontou 13 golos ao serviço do AC Marinhense.

Contudo, é onde se verifica a maior diferença pontual entre o primeiro e o segundo, com o SC Praiense a liderar com 10 pontos de vantagem. O conjunto açoriano tem sido o mais forte, preparando-se agora para enfrentar três adversários do topo da tabela. A formação da Praia da Vitória esteve muito próxima de subir na época passada e tenta em breve atingir este feito, já que é uma questão de tempo até confirmar presença no playoff.

Entre o segundo e o quinto lugar são dois pontos de diferença, naquela que vai ser uma disputa bem interessante para atingir o último lugar de acesso ao playoff. Caldas SC e CD Fátima estão empatados com os mesmos pontos, sendo que os pelicanos estão numa sequência incrível de 13 jogos sem perder. Um dos mais históricos deste campeonato, o SC Beira-Mar, procura regressar aos tempos de glória e está nesta mesma luta, embora só tenha vencido um dos últimos seis jogos. O Benfica Castelo Branco tem estado em franca recuperação, tal como o Condeixa ACD, e promete ser uma das formações a ter em conta na segunda volta.