Anúncio Publicitário

A tarefa não se afigurava fácil para os vila-condenses que defrontaram, neste final de tarde, o segundo classificado da temporada passada da liga polaca – o Jagiellonia Bialystok SSA.

Depois de uma grande reestruturação do plantel e da equipa técnica em relação à época passada, restava saber se o Rio Ave FC estava ao nível de fazer frente a esta equipa polaca. Este foi um verdadeiro teste à paciência dos jogadores do Rio Ave onde o seu principal inimigo foi, vejam bem, o relvado!

A verdade é que tudo correu mal no início da partida aos vila-condenses. Uma chuva intensa colocou o relvado num estado péssimo para a equipa portuguesa conseguir fazer circular a bola com qualidade, uma lesão de Diego Lopes obrigou José Gomes a fazer uma substituição e ainda pior: aos nove minutos de jogo, o Rio Ave vê-se em desvantagem depois de um erro inacreditável do central Buatu, numa abordagem completamente errada do lance.

Anúncio Publicitário

De facto, não gabo a sorte aos vila-condenses nos minutos iniciais da partida. Mas a equipa portuguesa não baixou os braços: o Rio Ave tentou reagir ao golo sofrido, quis pegar no jogo e ter bola. Só faltou mesmo a bola entrar e abanar as redes da equipa adversária.

Enquanto o Rio Ave queria protagonismo, os polacos procuraram resguardar-se com um bloco defensivo muito baixo: a aposta foi, sem dúvida, contra-ataques rápidos.

Machaj apontou o golo polaco
Fonte: Jagiellonia Białystok SSA

Os jogadores do Jagiellonia jogaram com o resultado, foram bastante conservadores e limitaram-se a esperar pelo momento certo para poder fazer o 2-0.

Viu-se uma equipa do Rio Ave pouco rotinada que, ainda assim, pode vir a dar cartas nesta eliminatória da Liga Europa, nitidamente uma equipa que tem argumentos mais que suficientes para levar a melhor neste duelo frente aos polacos. A decisão final fica, então, por disputar em Portugal, na segunda mão desta eliminatória onde o Jagiellonia já leva avanço.

Onzes iniciais:
Jagiellonia Białystok SSA: Keleman; Burliga, Runje, Mitrovic e Sitya; Romanchuk, Kwiecien (Grzyb, 75′), Frankowksi, Machaj (Pospisil, 71′) e Novikovas (Klimala, 83′); Sheridan.

Rio Ave FC: Makaridze; Borevkovic, Monte e Jonathan; Tarantini (Schmidt, 76′), Leandrinho, Matheus, Gabrielzinho e Diego Lopes (Bruno Moreira, 18′); Galeno (Furtado, 81′) e Gelson Dala.

Anúncio Publicitário