Após um período de 15 anos durante o qual esteve arredado do principal escalão do futebol português, o CD Santa Clara encontra-se, neste momento, a planear aquele que espera ser um regresso bem-sucedido à Primeira Liga.

Ora respeitando aquilo que é, por definição, um estágio – ‘período durante o qual uma pessoa ou grupo exerce uma atividade temporária com vista à sua formação ou aperfeiçoamento profissional’, in fonte dicionário de língua portuguesa Priberam, João Henriques, em conjunto com a restante equipa técnica, procurará identificar possíveis lacunas evidenciadas pelo plantel, a fim de poder retificá-las e, assim, garantir um conjunto competitivo e capaz de responder às exigências do principal campeonato de âmbito nacional.

Calendarização da pré-temporada:

O início dos trabalhos deu-se no passado dia 28 de junho, com a realização dos exames médicos, sendo que o treino inaugural teve lugar dois dias depois. Posteriormente, e duas semanas depois da iniciação dos trabalhos de preparação para a temporada que se avizinha, realizou-se o primeiro jogo de treino, num desafio que teve como adversário o Sporting Clube Ideal (formação micaelense que, na próxima época, participará na Série D do Campeonato de Portugal). O encontro terminou com um resultado favorável à equipa encarnada, uma vitória por 1-0.

SC Ideal foi o primeiro adversário, nesta pré-temporada
Fonte: CD Santa Clara

A pré-época irá prosseguir em Portugal Continental, primeiramente, na Covilhã, onde o CD Santa Clara disputará, frente ao Sporting local, a Taça IMB.

Depois, segue-se uma deslocação ao Norte do país, mais precisamente, à cidade de Penafiel, onde os Açoreanos irão frequentar um estágio de uma semana (dias 15 a 22 de julho) que será marcado pelos encontros ante o FC Penafiel, FC Arouca, Leixões SC, SC Braga e, ainda, Vitória SC.

O que pensa, até agora, João Henriques (treinador do CD Santa Clara)?

No seguimento do segundo desafio realizado (empate a dois golos ante o SC Covilhã), o técnico natural de Tomar salientou, em tom de retrospetiva, o facto de se terem registado indícios muito interessantes, demonstrativos daquilo que se tem vindo a trabalhar, pese embora se tenham verificado alguns erros ‘normais’, decorrentes da exigência imposta por ter de construir jogo. Contudo, ressalvou o facto de se estar numa ‘fase muito precoce’, tendo este sido, praticamente, o primeiro jogo, após vitória alcançada diante do SC Ideal (num jogo que teve a duração de, apenas, 70 minutos).

João Henriques espera alcançar nos Açores a felicidade que não alcançou na época passada
Fonte: FC Paços de Ferreira

Quando questionado sobre o que esperar do seu conjunto na próxima temporada, o técnico dos açorianos prometeu uma equipa competitiva que irá constar de um ‘lote alargado’ de formações que lutarão pelo mesmo objetivo (entenda-se, a permanência no principal escalão do futebol nacional), ‘mas que, no final, irá consolidar o CD Santa Clara e a região autónoma na Primeira Liga’.

Posteriormente, João Henriques foi interrogado quanto à possibilidade de a constituição do plantel já estar definida. O treinador de 45 anos ratificou que aguarda a chegada de dois defesas centrais, bem como pelo desfecho da questão do lateral direito (o defesa brasileiro Patrick Vieira, ainda, não foi oficializado). Para além disso, a equipa técnica tentará conceder oportunidades para que todos os futebolistas se possam mostrar e, em caso de necessidade, ponderar o reforço dos dois setores mais adiantados.

Foto de Capa: CD Santa Clara

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Comentários