Apreciação do estágio realizado em Portugal Continental

Iniciado no passado dia 14 de julho (empate a dois golos frente ao SC Covilhã), o seu encerramento deu-se ontem, dia 22 de julho, e ficou marcado pela derrota diante do Vitória SC (3-2), formação orientada por Luís Castro. Neste jogo, foram mais uma vez expostas as debilidades do setor mais recuado da formação insular, o que motivou a proceder adaptações no onze inicial (Kaio Pantaleão, médio defensivo de origem atuou no eixo central da defesa).

Ainda assim, a prestação dos Açorianos no decorrer deste estágio pode ser considerada positiva, na medida em que o conjunto orientado por João Henriques alcançou o seguinte registo (uma vitória; três empates e duas derrotas). Para além disso, note-se que as derrotas foram ‘consentidas’ ante as equipas que dispõem de outros recursos financeiros e valia individual, como são os casos do SC Braga e Vitória SC. No total, o CD Santa Clara marcou oito golos e, por oposição, sofreu nove.

O estágio terminou dia 22, com uma derrota frente ao Vitória SC no Estádio D. Afonso Henriques
Fonte: CD Santa Clara

Reforços: Os destaques

Patrick Vieira – o lateral direito brasileiro de 27 anos é o mais recente reforço do conjunto encarnado. O defesa, que na última temporada esteve cedido a título de empréstimo ao Vitória FC, desvinculou-se do SL Benfica e assinou um contrato válido para as próximas duas épocas desportivas com o clube insular. Com 75 encontros disputados no principal escalão do futebol português, o defesa natural de Minas Gerais conferirá, decerto, a tão necessária experiência ao setor defensivo. Será, em condições normais, o habitual titular do lado direito do setor defensivo da equipa treinada por João Henriques.

Anúncio Publicitário

Bruno Lamas – o médio ofensivo brasileiro contratado ao Leixões SC já demonstrou toda a sua valia na Segunda Liga. Aos 24 anos, e após quatro temporadas ao serviço dos Heróis do Mar, o esquerdino que se destaca pela visão de jogo e boa qualidade técnica poderá, caso consiga transpor para a Primeira Liga o nível anteriormente evidenciado, constituir uma peça importante na manobra ofensiva da equipa e, por conseguinte, uma das revelações do CD Santa Clara na temporada que se avizinha.

João Lopes – o guarda-redes emprestado pela Associação Portuguesa de Desportos protagonizou uma excelente exibição frente ao SC Braga, realizando múltiplas defesas (algumas de difícil execução) e revelou bastante segurança para um jovem de, apenas, 22 anos. Promete lutar pela titularidade das ‘redes’ encarnadas.

‘Os que faltam chegar’ – O treinador da formação açoriana, João Henriques, admitiu, há poucos dias, que a definição do plantel ainda não está concluída, salientando que, até ao fecho do mercado de transferências, espera que o mesmo possa vir a acolher reforços, com a prioridade a passar por tornar mais forte o eixo central do setor defensivo, onde apenas existem dois jogadores (Accioly e João Pedro). Para além disso, a chegada de mais um avançado não se trata, para já, de um cenário a descartar.

Foto de Capa: CD Santa Clara

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro