Findada que está a Primeira Liga Portuguesa no ano civil de 2019, abordamos uma parte da tabela classificativa que normalmente é das mais “divertidas” de acompanhar, a par da discussão pelo título nacional: a luta pela participação nas competições europeias. Sendo os três primeiros lugares – quase sempre – entregues a SL Benfica, FC Porto e Sporting CP, resta apenas o quarto lugar e o lugar destinado ao vencedor da Taça de Portugal. Como normalmente quem vence a “Prova Rainha” é um dos três grandes – salvo alguma exceção –, abre-se mais uma vaga no campeonato, o quinto posto.

Neste momento, creio que é pacífico dizermos que os dois primeiros lugares vão ficar na posse de SL Benfica e FC Porto e não me vou “atravessar” com uma ordenação final. Porém, face ao atual momento do Sporting CP, sou da opinião que este é daqueles anos onde pode haver uma excepção, com o terceiro lugar também em disputa por equipas que normalmente não terminam nesse posto com frequência.

A Liga está ao rubro. Entre o 5º e o 12º classificados há apenas quatro pontos de distância, com muitos a ambicionarem ficar num lugar privilegiado, sem nunca esquecer a fuga dos lugares de despromoção. Não vou falar de todos porque não considero que todos possam manter lugares europeus no fim da época e, por isso, opto por dividir os clubes em “Principais Candidatos” e “Outsiders”, sendo que a lista em ambos os casos não é muito extensa.

Candidato Principal #1: SC Braga

A equipa de Sá Pinto é sempre uma das crónicas participantes nas competições europeias, mais na Liga Europa. Para si, tem sempre “reservado” um quarto lugar que às vezes é quinto e, noutras (menos), é terceiro. Com uma época abaixo do esperado na Primeira Liga Portuguesa (é apenas 8º com 18 pontos, mais golos sofridos que marcados), prevejo que a luta pela Europa em 2019/20 será complicada e mais difícil que nas épocas anteriores. Falta acertar o passo, como tem feito na competição que já aqui abordámos, e creio que reúne todas as condições para fazer a vida difícil aos seus adversários, inclusivamente ao Sporting CP.

Candidato Principal #2: Vitória SC

A cerca de 30 quilómetros de distância está o Vitória SC, eterno rival dos bracarenses e outros dos candidatos principais a marcar presença nas competições europeias. Aliás, pudemos ver este ano a falta que os vimaranenses faziam nesta competição, oferecendo-nos sempre bons espectáculos de futebol, sob a batuta de Ivo Vieira… e pontos, para o ranking.

Com mais três pontos que o SC Braga está no 5º lugar, a três pontos da “sensação” FC Famalicão, mas falta-lhe regularidade. É tão capaz de fazer um jogo fantástico e ganhar por 5-0, como de empatar ou perder jogando mal e sem ideias. Já eliminados da Taça de Portugal, têm no campeonato a principal via de entrada na Liga Europa perfeitamente ao seu alcance.

Vitória SC aguerrido conseguiu arrancar um empate a duas bolas no terreno do Gil Vicente FC, na última jornada
Fonte: Vitória SC

Outsiders #1: Rio Ave FC

Um dos bons projetos desportivos da nossa Primeira Liga Portuguesa. Atualmente no 6º lugar, com 19 pontos, o Rio Ave FC é uma daquelas equipas de quem podemos esperar uma “surpresa”. No sentido de haver equipas com outro estatuto, porque aquilo que têm feito nos últimos anos para se estabilizarem e reforçarem a sua posição no futebol português, tem de ser valorizado.

Treinados por Carlos Carvalhal, um conhecedor intrínseco dos meandros do “desporto-rei”, creio que são um nome a ter em conta nesta luta pela Europa.

Outsider #2: FC Famalicão

Já não há como fugir desta realidade, pois não? O “Fama” ficou famoso e agora parece já não querer largar os lugares cimeiros da tabela, apesar de uma quebra nos mais recentes resultados. Nos últimos cinco jogos para a Primeira Liga Portuguesa não têm qualquer vitória, vindo até de uma série de três derrotas consecutivas. O futebol “positivo” e de qualidade continua a ser uma realidade, mas os adversários parecem ter conseguido encontrar o “remédio” para parar esta equipa de João Pedro Sousa.

No entanto, se continuar com este ritmo competitivo e com esta mentalidade, creio que vão amealhar muito mais vitórias que derrotas, nas 20 jornadas que restam. Considero-os uns “outsiders” pela falta de experiência nestas andanças da parte superior da tabela, mas se falarmos em qualidade pura e dura, são fortíssimos candidatos a conseguir estar na Liga Europa já no próximo ano. Para além disso, jogam com o aliciante de poderem desempenhar um papel fundamental na luta pelo título: na segunda volta recebem na sua casa “os três grandes”, e creio que são perfeitamente capazes de tirar pontos a cada um deles.

Foto de Capa: Rio Ave FC

Revisto por: Jorge Neves

 

 

Comentários