São muitos os históricos do futebol português que, por algum motivo, ficam arrumados num canto, no imaginário do adepto nacional. António Sousa, embora desaparecido dos relvados, nunca será esquecido. Enquanto jogador: um médio goleador, um autêntico box to box que marcou uma era ao serviço do FC Porto. Enquanto treinador deixou um legado incrível em Aveiro ficando ao serviço do Beira-Mar desde a temporada de 96/97 até 2004.

Quem?

António Augusto Gomes de Sousa, ou simplesmente António Sousa como era conhecido. Madeirense, nasceu a 28 de Abril de 1957 e deixou a sua marca bem vincada no futebol português. Enquanto jogador passou por vários clubes desde o AD Sanjoanense, SC Beira-Mar, FC Porto, Sporting CP, Gil Vicente FC, AD Ovarense. António Sousa destacava-se pela sua capacidade de quebrar linhas de contenção, pela capacidade ofensiva invulgar que tinha enquanto médio. Funcionava como um box to box mas com a particularidade de chegar com grande facilidade a terrenos muito avançados. Contabilizou também 27 internacionalizações e um golo ao serviço da seleção. Enquanto treinador não foi tão notável mas ainda assim deixou um bom registou.

Passou oito temporadas ao serviço do SC Beira-Mar, onde conseguiu quase sempre boas temporadas. Na memória fica a Taça de Portugal ganha pelos aveirenses em 1999 frente ao SC Campomaiorense… com um golo do seu filho Ricardo Sousa.

Onde está?

Atualmente encontra-se sem clube e retirado das competições nacionais. Aliás, não treina desde 2012, altura em que passou pelo CD Trofense. Pelo meio, surgem algumas aparições televisivas muito esporádicas. No entanto não deixou o legado do futebol longe da sua família.

O médio conquistou vários títulos com ao serviço do FC Porto
Fonte: FC Porto

O que ganhou?

Enquanto futebolista marcou 158 golos em 744 jogos. Conquistou ao longo da carreira: uma Taça dos Campeões Europeus, uma Supertaça Europeia que teve a sua assinatura, uma Taça Intercontinental, um Campeonato Nacional, duas Taças de Portugal e três Supertaças nacionais, títulos conquistados ao serviço do FC Porto. Enquanto treinador, para além das boas campanhas ao serviço do SC Beira-Mar, fica gravada na mente a Taça de Portugal ganha em 1999 pelos aveirenses. Estará para sempre eternizado na história dos auri-negros.

O futuro?

Não é crível que possamos ver António Sousa a voltar aos relvados nos próximos dias. O técnico conta já está afastado há alguns anos dos relvados portugueses e a probabilidade de receber uma proposta para treinar equipas de primeira ou segunda divisão é muito reduzida. Ainda assim, um eventual regresso a um Beira-Mar que procura voltar ao CNS não deverá ser descartado. Acreditamos que ainda há história por escrever em Aveiro e ninguém melhor que António Sousa para o fazer.

Foto de Capa: UEFA

 

Comentários