Anterior1 de 4Próximo

O CD Feirense venceu o FC Paços de Ferreira com recurso a grandes penalidades, em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Os fogaceiros entraram em campo após terem eliminado, na Madeira, o Marítimo na eliminatória anterior, enquanto os castores bateram, em casa, o Casa Pia.

Nuno Manta Santos fez seis alterações em relação à última jornada do campeonato, em que perdeu fora de casa, diante do SC Braga, por quatro bolas a zero. Entraram Philipe Sampaio, João Tavares, Tiago Gomes, Marco Soares, Edson Farias e Valencia para os lugares de Briseño, Tiago Silva, Vitor Bruno,Cris,Sturgeon e Edinho. Do outro lado, Vítor Oliveira fez duas alterações em relação à derrota caseira frente ao FC Porto B. O técnico português colocou no onze inicial Fatai e Christian para as saídas de Wagner e Pedrinho.
Apesar do horário a dificultar a comparência dos adeptos, fez-se a festa da Taça no Marcolino de Castro.

O Paços começou por criar mais perigo logo aos dois minutos. Luiz Phellype atirou, já dentro da área, para a primeira defesa de Bruno Brigido. As equipas tentavam chegar a zonas de finalização, mas sem sucesso.

Aos 13 minutos, foi a vez do Feirense chegar com perigo à baliza de Marco. Edson Farias ganhou o duelo com Bruno Teles, foi à linha, cruzou, mas Valencia cabeceou ligeiramente por cima da trave.

Aos 19′ o Feirense voltou à carga por Luís Machado. Valencia deu de calcanhar e, à entrada da área, o médio português mandou uma autêntica bomba, que não passou longe da baliza de Marco.

Aos 28′, um mau passe de Nascimento deu origem a uma transição rápida do Paços, finalizada por Fatai, mas com defesa segura de Brigido.

O jogo manteve-se muito equilibrado, com as equipas a não desmontarem a estratégia definida para a partida e a controlarem os movimentos adversários, dando origem a uma primeira parte sem grandes oportunidades de golo.

Voltaram os mesmos 22 jogadores para a segunda parte, mas Edson Farias acabou por sair de maca aos 47. Entrou para o seu lugar Tiago Silva. A segunda metade parecia seguir a toada da primeira, com as equipas a anularem-se mutuamente.

O Feirense precisava de aumentar os níveis anímicos depois de três jogos sem vencer
Fonte: CD Feirense

Ao quarto de hora do segundo tempo, foi o Feirense a ter a primeira ocasião de perigo, com João Tavares, solto na área, depois de um cruzamento de Luís Machado, a cabecear ao lado.

Aos 65′ cheirou a golo no Marcolino de Castro, e seria para o Paços. Numa transição rápida, Luiz Phellype deu para Uilton, que entrou na área e devolveu para o brasileiro que, já na pequena área, não conseguiu concluir a jogada.

No minuto a seguir Fatai arrancou pela direita e ganhou canto, que se traduziu numa defesa segura de Bruno Brigido após remate de Luiz Phellype.

O Feirense por pouco não fechou a eliminatória aos 90 minutos. Luís Machado cruzou para Crivellaro, que apareceu solto dentro da área, dominou e rematou a centímetros da barra. O resultado manteve-se a zeros no final dos 90 minutos e seguiu-se o prolongamento.

O Feirense entrou com vontade de acabar o jogo antes dos penáltis, e Tiago Silva entrou pela área do Paços, cruzou e apesar de muita atrapalhação, a defesa do Paços conseguiu afastar a bola da sua zona defensiva.

Aos 96 minutos o Paços de Ferreira desbloqueou o marcador. Na sequência de um canto, depois de muita confusão na área do Feirense, Marco Baixinho empurrou para o fundo das redes dos fogaceiros e aproximou os castores dos quartos de final da Taça.

O Feirense respondeu com um remate de meia distância de Babanco, que passou perto da trave de Marco. Marco Soares teve, aos 103 minutos, a melhor oportunidade para os da casa até aí, com um remate à meia volta, já dentro de área, mas que passou ligeiramente por cima da trave.

A primeira parte do prolongamento terminou e quem fazia a festa eram os adeptos pacenses, que se viam a vencer a 15 minutos do fim da partida. Procedeu-se à habitual troca de campo, e de seguida começaram os segundos 15 minutos. Houve uma paragem forçada do jogo, aos 106 minutos, devido a uma falha de luz no Marcolino de Castro.

O jogo retomou com uma grande oportunidade para o Feirense, com Sampaio a atirar rente ao poste da baliza de Marco depois de um livre. No entanto, foi assinalada posição irregular.

O Feirense lançou-se em busca do golo e chegou mesmo ao empate. Aos 112 minutos, Valencia cruzou, Crivellaro dominou mal e a bola sobrou para Tiago Silva que, à entrada da área, mandou um tiraço para o fundo das redes do Paços. Estava feito o empate em Santa Maria da Feira.

O jogo estava bastante partido nesta fase, com ambas equipas a “dar o litro” para chegarem ao golo que poria uma ou outra em vantagem, mas o placar não se alterou. Empate a uma bola no final dos 120 minutos e tudo se decidiu nas grandes penalidades.

Nos penáltis, foi o Feirense o primeiro a bater. Edinho bateu com classe e deixou os fogaceiros na frente; Seguiu-se Pedrinho para o Paços que, com alguma sorte também converteu; Tiago Silva, que tinha marcado o golo dos da casa, atirou por cima; Marco Baixinho marcou e deixou os castores na frente; Valencia enganou Marco e colocou a bola no fundo das redes; Vasco Rocha atirou sem convicção e Brigido restabeleceu a igualdade com um voo fantástico; Crivellaro deixou os homens de Santa Maria da Feira novamente na frente; Wagner atirou e Brigido foi novamente buscá-la ao cantinho;Luis Machado marcou e selou a vitória do Feirense.

Os fogaceiros avançam assim para os quartos de final da Prova Rainha. O Feirense recebe o Portimonense no próximo sábado, em jogo a contar para a 14ª jornada do campeonato nacional e o Paços de Ferreira desloca-se a Viseu, no domingo, para defrontar o Académico de Viseu, em partida referente à 13ª jornada da segunda liga.

Onzes iniciais:
CD Feirense: Bruno Brigido; Diga (100’ Edinho),Nascimento,Philipe Sampaio, Tiago Gomes( 106’ Vitor Bruno); Babanco,Marco Soares,João Tavares(73’ Crivellaro);Edson Farias ( 52’ Tiago Silva), Luís Machado, Valencia

FC Paços de Ferreira: Marco Ribeiro; Marco Baixinho, Bruno Santos,Junior Pius, ,Bruno Teles; Diaby (83‘ Pedrinho),Luiz Carlos,Christian;Fatai (84’Wagner),Uilton ( 92’ Vasco Rocha), Luiz Phellype( 90’ Tanque).

Anterior1 de 4Próximo

Comentários