Anterior1 de 4Próximo

Mais um sábado de emoções no Estádio de São Miguel. Este com um sabor diferente visto ser a última jornada que se joga em casa e o último jogo, antes de pendurar as botas, de Accioly e Clemente ambos jogadores de grande peso na formação do Santa Clara.

A primeira parte começou com as equipas bem organizadas e com poucas oportunidades. Deixando na ideia que este seria o registo do jogo.

Ainda nos primeiros minutos da partida o Santa Clara viria a surpreender. Por meio dum passe milimétricamente pensado, Guilherme Schettine através dum sumblime toque de calcanhar coloca a bola no caminho de Ukra que passa para Mamadu e este, por sua vez, aponta a redondinha para o fundo das redes da baliza de Caio inagurando, assim, o marcador.

Depois do golo, ambas equipas mostraram-se tranquila. Tivemos um Santa Clara com maior posse de bola e com mais iniciativa de construção de jogo e confiante com o resultado. Por outro lado o Feirense mostrou-se tranquilo  e deixou “o jogo rolar”.

No entanto aos 30 minutos a partida sofreu uma reviravolta. Numa tentativa de corte, César tenta afastar a bola da baliza de João Lopes, mas acabaria por derrubar o jogador do feirense dando origem ao penalti que resultaria no empate.

Feirense não desistiu e aproveitou uma falha na defesa da equipa da casa para marcar o segundo golo deixando o feirense na frente da partida.  E como o futebol é um jogo de emoções, o Feirense não se deixou levar pela inércia e apartir dum canto o central Flavio, de cabeça, faz o terceiro golo da partida.

Momentos antes do cair do pano ao intervalo Francisco Ramos prepara a bola e de forma brilhante, Guilherme de cabeça faz o 2-3.

Foi um jogo de emoções fortes que acabou num empate

A segunda parte começou com o Santa Clara a marcar a sua posição. Ukra reage e remata à baliza mostrando assim a vontade de mudar o resulatdo.

Aos 57 minutos numa boa combinação entre Mamadu e Guilherme, este viu-se em situação de 1 x 1 com o guarda redes Caio e bisou na partida acabando por trazer o empate à partida.

Quando se pensava que os ânimos se aclmariam o Feirense quis mostrar que não era essa a sua ideia. Aos 69 minutos Babanco remata para as redes de João Lopes dando origem ao 4º golo da equipa visitante.

A reação da equipa açoriana não tardaria e aos 80 minutos Guilherme faz o impressionate e inesperado Hat Trick e volta a empatar a partida deixando o público açoriano em extase.

Até ao final da partida as dua equipas procuraram ainda uma oportunidade para alterar o marcador. Accioly e Clemente ainda tentaram marcar como forma de despedida, mas não foi possível acabando, assim, o empate por ser o ponto final na carreira dos dois atletas.

Foi um jogo de muitas emoções e muito bem disputado que concerteza não deixou nenhum adepto indiferente. A garra de Clemente e a calma de Accioly ficaram, sem dúvida, marcados na história do clube açoriano.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

CD Santa Clara: João Lopes, J. Lucas, Accioly, César M.,Patrick (72’ Santana), Mamadu (59’ Pablo), O:Rashid, Francisco R., Chrien (80’ Clemente), Ukra, G. Schettine

CD Feirense: Stivan (64’ João Silva), Edson Farias (86’ Ofori), Tiago Silva, M.Anderson (87’ Valência), M. Soares, Babanco, Mesquita, Flávio R., Briseño, Vitor Bruno, Caio S.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários