Foi há alguns dias atrás que surgiu uma das notícias mais inesperadas do mercado, quando o Clube Desportivo das Aves anunciou a contratação de um tal de Enzo Zidane Fernández.

Aquele que é o mais velho de quatro filhos de um dos melhores jogadores que vi jogar futebol no meu tempo de vida tinha mercado em Portugal (falava-se do interesse do Vitória SC) e acabou por rumar à Vila das Aves para trabalhar sob as ordens de Augusto Inácio.

O médio ofensivo de 24 anos foi outrora uma das grandes promessas do futebol mundial, sendo que tudo indicava que iria seguir as pisadas do pai. Na temporada 2013/2014, era a principal figura da equipa de juniores do Real Madrid, que acabaria por perder contra o Benfica nas meias-finais da Youth League.

Mas a verdade é que a carreira do ainda jovem Enzo tem estado muito longe daquilo que prometia ser. O médio-ofensivo esteve três temporadas na equipa B merengue, fazendo um jogo pela equipa principal em 2016/2017. No final dessa mesma temporada, acabaria por se desvincular do então bicampeão europeu, seguindo-se passagens sem sucesso por Deportivo Alavés, FC Lausanne-Sport e CF Rayo Majadahonda.

Enzo Zidane juntou-se à equipa no estágio
Fonte: CD Aves

O fiasco da sua carreira pode ter decorrido por vários motivos. Antes de mais, pelo peso do nome que carregava nas costas, fosse pelo próprio legado que o pai deixou no futebol mundial, ou pelo peso das expectativas criadas pelos adeptos e pela imprensa. Depois, poderá também ter sido pelo facto de não ter tomado as melhores opções na sua carreira no sentido de dar continuidade ao seu crescimento enquanto jogador.

Seja como for, o médio francês tem agora aos 24 anos uma oportunidade para relançar a carreira. Chega para reforçar um meio campo renovado após as saídas de Vítor Gomes e Braga. E espero que esta seja a oportunidade certa para ele se afirmar e fazer a equipa da Vila das Aves crescer no panorama do futebol nacional.

Foto de Capa: CD Aves

Comentários