O GD Chaves é das equipas que mais desiludiu nesta edição da Liga Portuguesa. Depois de ter conseguido um brilhante sexto lugar na época anterior, esta temporada luta pela manutenção e encontra-se numa posição delicada da tabela.

É certo que a época protagonizada com Luís Castro no comando não era fácil de repetir – lutou pelos lugares cimeiros da tabela, taco a taco com o Rio Ave FC, na disputa por um lugar que desse acesso às competições europeias. Porém, esta temporada, a época de sonho virou pesadelo. A saída de Luís Castro para o Vitória SC e a perda de jogadores importantes, como Matheus Pereira, Davison, Pedro Tiba e, mais recentemente, Stephen Eustáquio, também não ajudaram. A equipa do GD Chaves perdeu qualidade e também ideias de jogo. Passou de uma filosofia de jogo positiva, de um futebol atacante e de construção, para um estilo de jogo mais defensivo.

O GD Chaves tem apenas seis vitórias em 29 jogos e um saldo negativo de 22 golos marcados e mais de 45 golos sofridos
Fonte: Liga Portugal

A contratação de Daniel Ramos, no inicio da temporada, revelou-se um erro; e a troca por Tiago Fernandes também não surtiu o efeito desejado. Atualmente é José Mota quem tenta salvar a turma de Trás-os-Montes da descida.

Neste momento ocupa o penúltimo lugar da tabela com 25 pontos. Contudo, nem tudo é mau, uma vez que até ao fim ainda vão defrontar o CD Nacional, o CD Tondela, o CD Feirense e o Vitória FC, clubes que também lutam pela manutenção. Adivinha-se uma luta renhida, em que os clubes vão lutar pelos três pontos até ao fim dos 90 minutos.

O facto de esta época descerem três equipas ao segundo escalão torna esta disputa ainda mais acesa. E o final é imprevisível, já que todas as equipas vão querer manter-se no principal escalão do Futebol nacional.

 

Foto de Capa: GD Chaves

Comentários