Ao longo dos últimos anos o SC Braga tem tido um crescimento exponencial em Portugal. A revolução liderada por António Salvador no clube minhoto, levou a que o SC Braga se assumisse com um dos candidatos ao título, por diversas vezes, nas últimas edições do campeonato.

Desde a chegada de Jesualdo, passando por Jesus, Domingos Paciência, Leonardo Jardim ou Paulo Fonseca, o SC Braga tem conseguido formar e atrair bons treinadores – com alguma inconstância pelo meio.

Abel Ferreira, o homem que comanda as rédeas minhotas é desde há duas temporadas o responsável por uma das equipas que melhor futebol pratica em Portugal. O antigo lateral direito conseguiu acumular bons trabalhos na equipa B dos minhotos que lhe permitiram chegar à ‘cadeira de sonho’ – e depois de uma temporada onde liderou os guerreiros do Minho em cinco partidas e da temporada passada, acima da média, Abel apresenta para esta temporada uma equipa com um estilo de jogo diferente e que poderá estar mais próxima do que nunca de poder ombrear na luta com os três ‘clássicos’ grandes pelo título de campeão nacional.

O Braga de Abel Ferreira parece estar preparado para lutar pelo título até ao fim do campeonato
Fonte: SC Braga

A temporada do SC Braga não começou da melhor forma com a eliminação precoce na 3.ª Pré-eliminatória da Liga Europa frente aos ucranianos do Zorya. O SC Braga demonstrou ter sempre mais argumentos do que os ucranianos mas algum nervosismo acabou por deitar abaixo a equipa liderada por Abel Ferreira.

Anúncio Publicitário

Depois da primeira vitória no campeonato frente ao CD Nacional, os minhotos foram surpreendidos nos Açores frente ao CD Santa Clara com um empate a três, depois da equipa ter estado em vantagem por igual número de golos. A verdade é que depois disso a equipa conseguiu dar a volta por cima e somou vitórias em todos os jogos disputados. A vitória desta segunda-feira frente ao crónico candidato Sporting CP acabou por confirmar que este Braga de Abel Ferreira está diferente – com mais posse de bola, com mais controlo sobre o jogo, a arriscar menos no jogo mas a consolidar o seu processo defensivo.

O plantel dos minhotos sofreu algumas mexidas mas as pedras basilares mantiveram-se na pedreira – Matheus, entretanto lesionado, Goiano, Raúl Silva, Wilson Eduardo, Esgaio, Horta e Dyego Souza. A estes craques juntaram-se ainda nomes como: Novais, Claudemir, Palhinha, Eduardo Teixeira, Murilo ou Pablo Santos. A equipa do SC Braga está recheada de qualidade e de jogadores que conseguem, individualmente, resolver o jogo – basta ver o caso de Dyego Souza, melhor marcador do campeonato ou de jogadores como Horta e Wilson Eduardo que conseguem acrescentar qualidade e assumir protagonismo em quase todos os jogos.

Dyego Souza tem sido um dos maiores destaques da equipa de Abel e já é o melhor marcador da Primeira Liga
Fonte: SC Braga

Se isso já não bastasse, a equipa funciona como um todo no seu coletivo e é, atualmente, a equipa que melhor futebol pratica em Portugal. O novo SC Braga de Abel mais cauteloso, mais frio e calculista está mais próximo daquilo que uma equipa grande quer ser. Depois da temporada de 2009/2010 em que Domingos Paciência lutou taco a taco com Jorge Jesus para ser campeão, Abel Ferreira tem tudo para discutir o título com os três grandes.

A juntar à boa prestação do SC Braga há que olhar para um FC Porto que se apresenta uns furos abaixo do que apresentou outrora, um SL Benfica irregular e que ainda está à procura da sua equipa base e de um Sporting CP que está numa nova fase, com um novo presidente e com novas ideias.

Até lá o que podemos afirmar é que este SC Braga vai ser um osso duro de roer. Os guerreiros do Minho prometem lugar até ao final do campeonato pelo título, o que seria inédito. Resta agora saber que roupagem vai assumir a equipa de Abel daqui para a frente, se a equipa vai manter o estilo que tem apresentado neste início de campeonato ou se vai voltar ao estilo de jogo mais vertiginoso da época passada – que apresentou bons espetáculos, mas que aqui e acolá fez a equipa perder pontos desnecessários.

Foto de Capa: SC Braga

Comentários