Welthon foi um dos destaques em Paços de Ferreira, durante a temporada 2016/17. Em ano de estreia na Liga Portuguesa, o avançado brasileiro apontou 16 golos em 35 jogos disputados. Números muito positivos e que o colocavam na rota de vários clubes. SC Braga e Sporting CP foram algumas das hipóteses, todavia, o jogador acabaria por ficar na capital do móvel.

Transferiu-se a meio da temporada transata para o Vitória SC, porém, as coisas não correram como previsto. O avançado não se conseguiu afirmar na cidade do “berço” e disputou apenas seis jogos. Antes da época terminar ainda contraiu uma lesão muscular, que o afastou dos últimos jogos do campeonato.

Nesta temporada, Welthon continua sem corresponder às expetativas e é um dos jogadores que mais desiludiu. Primeiro, esteve afastado dos relvados devido a uma entorse no tornozelo esquerdo e depois esteve a mira da direção vimaranense por faltar aos treinos. Resolvido este problema, o avançado não tem conseguido conquistar a confiança de Luís Castro e continua na sombra de Alexandre Guedes.

Welthon tem sido uma desilusão em Guimarães
Fonte: Liga Portugal

Desde que chegou a Guimarães, Welthon só conheceu o sabor do golo por uma vez e esteve mais de um ano sem conseguir apontar qualquer tento.

Longe da boa forma física, o jogador está a ter problemas em adaptar-se ao estilo de jogo implementado por Luís Castro. Forte no um contra um, Welthon é um avançado tecnicista com um bom remate. Demonstrou em Paços de Ferreira que tem faro de golo e muita qualidade em zonas avançadas do terreno. Não precisa de muito espaço para conseguir desequilibrar e, apesar de andar numa fase má da sua carreira, acredito que ainda vai triunfar ao mais alto nível.

Como se sabe, um avançado vive de golos; e em Guimarães, Welthon ainda não aprendeu a melhor forma de os fazer. Quando recuperar a confiança, acredito que possa voltar ao que era. A qualidade está lá, só precisa de ter a cabeça no sitio para fazer o que melhor sabe.

O Vitória SC continua a confiar nas competências do jogador, tendo inclusive vetado a sua saída no mercado de inverno. Welthon tem também uma das cláusulas mais elevadas de sempre do clube, fixada nos 30 milhões de euros.

 

Foto de Capa: Liga Portugal

Comentários