Com o regresso da Primeira Liga, muitas eram as vontades e desejos, mas também os receios. Desde o risco de lesões de jogadores, quebras de forma e ritmo ou enfraquecimento coletivo face aos mais diretos rivais, havia razões de sobra também para recear o regresso da competição.

Neste top, reuni um conjunto de jogadores que não estiveram com meias medidas na hora de voltar a pisar os relvados. Nem sempre conquistaram os três pontos, mas quase sempre estiveram ligados a golos ou à sua produção.

Os dois líderes desperdiçam pontos atrás de pontos em exibições cinzentas e envergonhadas, enquanto a cauda da classificação se esfola por sobreviver a mais um ano no principal escalão. Assim, este top será maioritariamente com jogadores extra-“três grandes”, sem grande surpresa.

Muitos outros podiam aqui figurar ao cabo de três jornadas após a retoma. No final, prevaleceram aquelas que mais surpreendem e temos até uma dupla de jogadores em destaque na Cidade do Futebol.

Anúncio Publicitário