Cabeçalho Futebol Nacional

Caríssimo Presidente, restante direcção, equipa técnica, e todos os que andam para aí a fazer não sabemos bem o quê.

Desde que viemos a este mundo que fazemos parte deste maravilhoso clube. Agradecemos, a quem quer que seja, ter-nos tornado vimaranenses assim que os nossos olhos viram a luz deste nosso mundo. É um orgulho imenso e uma dádiva amar este clube da forma como amamos.

Assim sendo, face a toda a dedicação que temos para o nosso clube, sentimo-nos no direito e sobretudo na obrigação, de vos dizer que o que estão a fazer ao nosso Vitória não é nada. Ou melhor: ser até é. É uma vergonha!

O ano passado até que correu bem. Este ano pensávamos que ia ser dado o passo em frente. Um passo não maior que a perna, mas um caminhar que nos levasse mais perto daquilo que este clube grandioso merece.

Anúncio Publicitário
Júlio Mendes é desde 2012 o Presidente do Vitória SC Fonte: gmrtv
Júlio Mendes é desde 2012 o Presidente do Vitória SC
Fonte: Vitória SC

Foi-nos dito por Suas Exas. que a nossa direcção investiu 13 milhões na compra de várias mais-valias para o nosso clube. E que só não se gastaram mais cinco milhões porque não se conseguiu contratar o Whethon ao FC Paços de Ferreira. Uma pergunta imediata nos surge: ainda iam investir mais no ataque? Cinco milhões? A sério? Para mais um atacante? Será que não entenderam desde o início da época a miséria que é esta defesa? Mesmo depois da saída do Josué continuaram a achar que tínhamos uma defesa digna de salvaguardar o nosso Castelo? Era este o plantel que tinha como objectivo o 4º lugar na classificação? Ou vocês não percebem nada de Futebol ou andam a brincar com cada um de nós!

Se calhar estamos a ser duros demais, e simplesmente temos tido azar. Será? Ora vejamos:

  •  Um defesa direito que é o quinto ou sexto da hierarquia do FC Porto e que é o titular do nosso clube? Ainda por cima que defende extremamente mal?
  • Um defesa central que mal era titular num clube que desceu de divisão? É este o substituto do Josué? Um rapaz que apresenta muito pouca qualidade no posicionamento e na marcação?
  • Dois “rapazolas” que são bons moços, mas que têm ainda de comer muito sal para poder ser merecedores da titularidade deste colosso?
  • Um médio que não é mais que o oitavo ou nono médio do Porto? Um jogador que não é carne nem é peixe? Que parece constantemente perdido e que é franzino demais para o que exigem dele em campo.