Num ano que ficou marcado por grandes mudanças na sua estrutura, o CD Tondela tem realizado um início de época positivo. Actualmente, o emblema beirão ocupa a quinta posição na tabela classificativa com 12 pontos conquistados em oito jogos (mais um que a maioria dos restantes adversários). Mas para explicar melhor a surpresa particular deste Tondela, preciso de contar a história recente do clube desde o início.

Tudo começou quando em Novembro de 2018, seria anunciada a venda de 80% do capital da SAD ao Hope Group, uma holding que pertence ao grupo chinês Desports, proprietário do Granada, que tem feito sensação no início da Liga Espanhola. A SAD do CD Tondela passaria então a ser gerida pelo espanhol David Belenguer, antigo jogador que representou clubes como o Getafe, Real Bétis e Celta de Vigo.

Após o termo da última temporada, seriam anunciadas mudanças na estrutura do futebol. Luís Agostinho foi anunciado como o novo director desportivo do CD Tondela, enquanto o novo treinador seria o espanhol Natxo González. Aqui é que foram elas!

Na verdade, observando bem os factos, o historial recente não jogava a favor do treinador de 52 anos, visto que os treinadores espanhóis que passaram pelo futebol português nos últimos anos fracassaram clamorosamente: Quique Flores no SL Benfica, Julen Lopetegui no FC Porto, Julio Velázquez no Belenenses SAD e Pedro Carmona no GD Estoril-Praia.

Pepelu tem sido uma das revelações da equipa beirã
Fonte: CD Tondela

No entanto, os adeptos mais cépticos, que não mostravam qualquer conhecimento sobre o trabalho do técnico espanhol, mostraram-se com opiniões bem vincadas acerca do mesmo, sendo frequentes frases do tipo: “Vai ser o primeiro treinador a ser despedido!” ou “Não vai durar mais de cinco jogos!”.

A verdade, é que o treinador de 52 anos, apesar de um arranque tremido, tem mostrado os créditos que mostrou na segunda e na terceira divisão espanhola, calando aos poucos os apologistas da crítica gratuita. Desde que o CD Tondela se estreou na Primeira Liga, esta é a temporada em que o emblema beirão conquistou mais pontos em oito jornadas: tinha cinco pontos em 15/16 e seis pontos nas três épocas seguintes.

Para além disso, nestas épocas anteriores, o CD Tondela não conseguiu melhor que um 14º lugar à oitava jornada, enquanto nesta temporada ocupa actualmente a quinta posição (embora com um jogo a mais). E este feito é ainda mais assinalável, quando verificamos que o emblema beirão é dos clubes da Primeira Liga que mais jogadores titulares perdeu no último mercado.

Mas como diz o ditado, a procissão ainda vai no adro. Ainda há um longo caminho a percorrer (segue-se uma recepção ao SL Benfica na próxima jornada) e muita coisa pode mudar. Mas este feito já ninguém o tira e mostra que é muito perigoso tirar juízos de valor sem ter conhecimentos. Veremos o que irá acontecer nos próximos capítulos.

Foto de Capa: CD Tondela

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários