Anterior1 de 3Próximo

Cabeçalho Futebol NacionalNão foi bem assim a frase de Vasco Santana n’A Canção de Lisboa, mas se chapéus há muitos, Paulinhos na Liga NOS também. Mais concretamente três e todos eles têm em comum, não só a alcunha, como também a qualidade que têm demonstrado no principal escalão nacional.

Paulinho (SC Braga)

Fonte: SC Braga
Fonte: SC Braga

O primeiro é João Paulo Dias Fernandes. Formado no Santa Maria, – já Hugo Vieira e Nélson Oliveira por lá passaram – foi no Gil Vicente FC que se afirmou no mundo do futebol, tendo mesmo sido o segundo melhor marcador da Segunda Liga 2016/17. A sua boa forma no Gil mereceu inclusive um Olheiro BnR que podes LER AQUI.

Esta temporada deu o salto para o SC Braga, onde aproveitou as saídas de Rui Fonte e Stojiljkovic para conquistar o lugar e ajudar o clube a sair de uma má fase. Nos arsenalistas costuma ser segundo avançado, tendo ainda a capacidade de baixar e de se juntar à linha média, mas no Gil era homem mais avançado num 4x3x3.

A maior parte dos seus golos são através do seu pé esquerdo ou de cabeça, sendo um exímio finalizador no jogo aéreo. A isto junta ainda uma capacidade interessante nos livres diretos.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários