Anterior1 de 5Próximo

Chegou aquela altura do ano – com alguns meses de atraso, é certo – em que somos, quase involuntariamente, obrigados a refletir sobre a edição da Primeira Liga que finda em Portugal – as competições europeias continuam, todavia, para essas danças não dispomos de destreza suficiente que nos possibilite acompanhar o ritmo marcado pelos adversários.

Perante este cenário ímpar, convém fazer o exercício mental de regressar a agosto de 2019, tirar alguns apontamentos de tudo o que aconteceu no decorrer da temporada, e, consequentemente, reter a informação mais relevante, para que, quando a pergunta surgir, sejamos audazes o suficiente para saber responder.

Portanto, aqui ficam as 5 coisas que aprendemos com a temporada da Primeira Liga 19/20:

1.

Chegou aquela altura do ano – com alguns meses de atraso, é certo – em que somos, quase involuntariamente, obrigados a refletir sobre a edição da Primeira Liga que finda em Portugal
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Qualidade Decrescente – Em várias alturas do campeonato foi verificada uma certa monotonia durante os jogos, com a sucessão de meses deu-se a estagnação, e veio para ficar, dado que a competitividade decresceu e a qualidade seguiu o mesmo caminho.

O futebol português está corrompido, vive-se um clima de “guerra fria” entre as direções desportivas e o jogo parece ter ficado para trás. Nós, os adeptos, merecíamos melhor, é caso para dizer “antigamente é que era bom”.

Anterior1 de 5Próximo

Comentários