Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Futebol NacionalUm dos fenómenos que faz com que o futebol seja um desporto tão mágico e emotivo é quando uma equipa mais modesta se superioriza face aos demais, entrando, sem pedir autorização, no território dos clubes grandes. Ano após ano, os exemplos sucedem-se. Esta semana dou espaço a um desses pequenos clubes que, discretamente, teve uma época fantástica. Não, não falo da Atalanta, do Hoffenheim ou até de Vitória SC ou Desportivo de Chaves. Está mais perto do que pensa, ainda mais se for de Lisboa. Eis o Real Sport Clube, conhecido popularmente como Real de Massamá ou de Queluz.

O Real Sport Clube foi fundado oficialmente a 7 de Agosto de 1995, numa fusão do Clube Desportivo e Recreativo de Massamá e o Grupo Desportivo de Queluz. Ainda assim, a data oficial de fundação remete para dia 25 de Dezembro de 1951, data de fundação da equipa de Queluz. Um clube, portanto, com pouco mais de vinte anos de história como unificado, mas que escreveu esta época a mais bonita página dessa curta caminhada.

Os realistas, por menos “publicidade” que tenham tido este ano na comunicação social, tiveram uma época histórica e praticamente imaculada. A equipa lisboeta conseguiu “apenas” os seguintes feitos: Campeões de Portugal – ou seja, Campeões do Campeonato de Portugal Prio –, tendo para isso passado a Série G em segundo lugar e a Zona Sul em primeiro; e uma ida aos oitavos de final da Taça de Portugal, apenas derrubados pelo campeão nacional Benfica. Para uma equipa que disputa aquela que é a competição equivalente ao antigo Campeonato Nacional de Seniores, é um registo fantástico.

Mais um momento histórico do clube - a chegada aos oitavos de final da Taça de Portugal, em derrota por 3-0 frente ao SL Benfica Fonte:: Futebol Portugal
Mais um momento histórico do clube – a chegada aos oitavos de final da Taça de Portugal, em derrota por 3-0 frente ao SL Benfica
Fonte:: Futebol Portugal

Ora obviamente que estas conquistas por si só não significariam tanto se não fossem acompanhadas pelo maior prémio de todos, a subida à Segunda Liga, chegando assim o clube pela primeira vez na sua história aos campeonatos profissionais, após passar em primeiro a Zona Sul.

Para perceber melhor como se processa o Campeonato de Portugal Prio, talvez seja melhor uma rápida explicação: há 72 equipas não profissionais que disputam a competição. Na primeira fase, são divididas em espécies de mini-ligas, as chamadas Séries. São sete no total, de A a H, divididas por localização geográfica. No final da primeira fase, as duas primeiras classificadas passam à segunda, a fase de Zona. Neste caso, o Real Sport Clube passou em segundo lugar, abaixo do Sacavenense.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários