Outra equipa que ainda permanece no imaginário de qualquer amante do futebol português é o Sporting de Espinho. No velhinho Comendador Manuel de Oliveira Violas foram muitos os duelos que se travaram. Foram muitas as tardes de glória. O Sporting de Espinho, clube virado para o mar, será para sempre um dos históricos do futebol português. Os Tigres da Costa Verde entraram numa fase de afastamento em relação aos grandes palcos do futebol português. Só que, na temporada passada, a equipa de Espinho conseguiu regressar ao CNS.

Legenda: Atual Plantel Sp Espinho  Fonte: Site Oficial Sporting Espinho
Legenda: Atual Plantel Sp Espinho
Fonte: Site Oficial Sporting Espinho

A ideia era a de que o clube pudesse lutar pela permanência nesta temporada. De novo, o apoio dos adeptos e um projeto estável levou a nova surpresa no futebol português. Com Rui Quinta, velho conhecido do futebol nacional, ao leme da equipa, o Sporting de Espinho ocupa neste momento um lugar de subida para os campeonatos profissionais para grande surpresa da maioria dos adeptos. O Espinho conseguiu criar uma base de jogadores muito forte, misturando experiência com juventude. A subida será certamente difícil mas com o apoio da raça vareira as coisas poderão se tornar mais fáceis para a equipa de Espinho.

Muitos mais são os casos que poderíamos estar aqui a destacar. O que importa é que clubes como os que foram mencionados no texto possam continuar no seu caminho. É de salientar, quando é merecido, os trabalhos realizados por estes clubes em escalões inferiores do futebol português, e estes casos são, sem dúvida, merecidos. Importa que muitos destes clubes voltem aos tempos de “antigamente”. O futebol português precisa dos Espinhos, Beira-mar, Leiria, Salgueiros, Alverca, Campomaiorense. O futebol português agradece e os adeptos também.

Fonte de Capa: Bola na Rede