Com mais de metade da competição cumprida, as cinco séries do Campeonato de Portugal apresentam já um grupo restrito de candidatos ao playoff de acesso à Segunda Liga. Uns com mais vantagem, outros numa perseguição incansável, os pontos são o tesouro de cada partida.

Na série A mora a melhor defesa e o melhor ataque desta prova, ambos com o carimbo do FC Vizela. Com apenas sete golos sofridos e 51 marcados, a equipa vizelense lidera com 46 pontos, os mesmos do CD Trofense e mais três que a AD Fafe. Além disso, estas equipas colocam três atletas no topo dos melhores marcadores; o fafense Joel Silva leva 12 golos, seguido pelo trofense Bruno Moraes (11) e pelo vizelense Zé Valente (10). À espreita continuam AR São Martinho e FC Felgueiras 1932. Com 40 e 38 pontos, respetivamente, estes dois emblemas ainda não desarmaram na corrida ao playoff e de tudo farão para aproveitar uma escorregadela daqueles que perseguem.

Na série B é o Gondomar SC quem lidera. Os 43 pontos resultam de 32 golos marcados e 12 sofridos e dão uma vantagem de apenas dois para o Lusitânia de Lourosa FC. O líder conta com o goleador desta série, Abdoulaye Daffé, com 11 remates certeiros. Ali perto seguem Lusitano FCV, SC Espinho, USC Paredes e AD Sanjoanense, separados por apenas cinco pontos. Esta é, definitivamente, a série com a frente mais renhida e cuja liderança está longe da definição.

O SC Praiense é o líder mais destacado de toda a prova e vê as suas hipóteses a aumentar a cada jornada que passa
Fonte: SC Praiense

A série C é liderada por um velho conhecido do futebol português – a UD Leiria. A equipa do Lis marcou 35 golos, sofreu 14 e segue na frente com 45 pontos, mais quatro que o rival mais próximo, o Anadia FC. Nada longe seguem SU Sintrense, Sport Benfica e Castelo Branco e UD Vilafranquense, à distância de apenas um ponto. As águias beirãs apresentam o goleador desta série, João Vasco, com 11 golos, mas o destaque vai para Jeka (CD Fátima) e Victor Nwani (AD Nogueirense), que, apesar de atuarem em equipas mais distantes dos lugares de subida, levam nove golos cada.

Por último, mas com maior destaque, a série D, que tem o líder mais confortável. Com 51 pontos, 35 golos marcados e 11 sofridos, o SC Praiense continua seguro no primeiro posto, agora com mais dez pontos que o segundo, o Real SC. Casa Pia AC, Oriental e Amora FC seguem na perseguição, distanciados por cinco pontos. Os açoreanos da Praia da Vitória têm em Danny Esteves o seu goleador, com nove golos, atrás de Beto do CO Montijo (13). Contudo, o destaque vai para o maior goleador nacional, Gonçalo Gregório, entretanto transferido para o FC Paços de Ferreira. O ex-Casa Pia AC apontou 22 golos e é um dos responsáveis pela atual classificação dos lisboetas.

 

Foto de Capa: FC Vizela

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Comentários