Anterior1 de 3Próximo

Os homens-golo podem, muitas vezes, ser a diferença entre uma boa e uma má época, sobretudo nas equipas que lutam pelos primeiros lugares. Obrigados a vencer quase todos os jogos, os candidatos ao título dependem, em diversas ocasiões, dos seus goleadores para desfazer igualdades que custam pontos.

Assim, depois de discutir a democracia do golo, o Bola na Rede foi à procura de saber qual é o peso que cada goleador máximo tem nos resultados da sua equipa.

Para isso, foram subtraídos, a todos os jogos realizados até à data, os golos apontados pelos melhores marcadores das 18 equipas da Primeira Liga, e reconstituída uma classificação virtual que permite perceber o quão dependentes as equipas são dos seus goleadores.

Fonte: Bola na Rede

Ao olhar para a nova tabela, dois nomes se destacam, de imediato, ainda que por razões distintas: Sporting e Vitória de Setúbal.

Os leões, com Bas Dost como o homem-alvo do seu jogo, mostram, com a sua posição nesta tabela, a peça fulcral que é o holandês. O segundo melhor marcador do campeonato já fez balançar as redes por 23 vezes esta temporada, e a contabilização dos seus golos acrescenta ao conjunto de Jorge Jesus 14 pontos, um recorde neste capítulo.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários