Anterior1 de 3Próximo

O grupo F estreou-se na fase de grupos da Liga Europa. A equipa portuguesa, Vitória SC defrontou o Standard de Liège. Um Vitória estabilizado, onde em termos europeus marcou 15 golos e não sofreu nenhum. Um adversário difícil, não é por acaso que é o atual líder do campeonato da Bélgica, que espera marcar pontos para enfrentar os próximos desafios de forma mais confortável, mas ao nível da equipa portuguesa.

Durante a primeira parte, a primeira iminência de perigo dos conquistadores deu-se aos 21 minutos de jogo: Lucas Evangelista tentou um remate forte após fintar o árbitro, mas a bola saiu ao lado da equipa adversária.

Os adeptos de ambas as equipas fizeram-se ouvir, apesar de não estar casa cheia, contabilizou 28 mil adeptos. O Vitória SC, apesar da distância que separa Portugal e Bélgica, contou com a presença de mais de 150 adeptos vindos da cidade berço.

Uma segunda parte mais ambiciosa do que a primeira parte, onde ambas as equipas demonstraram realmente a garra para ganhar. Aos 55 minutos, aconteceu a maior oportunidade de golo da equipa vimaranense com o remate de Poha. O guarda-redes soltou a bola, Rochinha apareceu na recarga, novamente a bola sobrou para Davidson que ainda rematou, mas para uma defesa de Milinkovic-Savic.

Aos 66 minutos, lance infeliz – tanto para Florent como para a equipa em si. Vojvoda cruzou a bola de forma rasteira e Florent na tentativa de desviar a bola acabou por mandar a bola para dentro das redes vitorianas. O marcador mantinha-se em aberto para o Vitória ainda chegar ao empate.

Nova oportunidade de Standard Liège de fazer o 2-0 surgiu aos 73 minutos com Bastien a aparecer na cara de Miguel Silva, que desviou o perigo da equipa vitoriana.

Aos 83 minutos, o Vitória SC ainda tentou o empate com Pepê a descobrir Bruno Duarte na área e este cabeceou ao lado da baliza. O Vitória SC, apesar do resultado, mantinha a posse de bola e corria atrás de um golo para, pelo menos, empatar o desafio.

Durante os cinco minutos de compensação dados pelo árbitro de jogo, o Standard de Liège aumentou a sua vantagem para o 2-0. Após a má interpretação que Tapsoba faz do lance, permitindo isolar Mpoku e é uma defesa quase impossível para Miguel Silva.

O Vitória SC vê a sua tarefa dificultada perante o resultado inevitável que leva da Bélgica. O Standard de Liège e o Arsenal lideram atualmente o grupo F após os resultados realizados.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Standard de Liége – Milinkovic-Savic (GR), Vojvoda, Bope, Laifis, Gavory, Cimirot, Bastien, Mpoku, Carcela (Aleksandar Boljevic, 85′), Limbombe (Vanheusden, 81′) e Emond (Felipe Avenatti, 68′)

Vitória SC – Miguel Silva (GR), Sacko, Tapsoba, Bondarenko, Hanin, Lucas Evangelista (André Pereira, 77′), Agu (Pepê, 70′), Poha, Rochinha, Bonatini (Bruno Duarte, 57′) e Davidson

Anterior1 de 3Próximo

Comentários