Garantida a subida à Primeira Liga Portuguesa na época de 2018/2019, após derrotar o Académico de Viseu FC por 2-1 num jogo em casa onde felicidade e festa era o ambiente que rodeava o FC Paços de Ferreira. Mais uma subida para aquele que é considerado “O Rei das Subidas” em Portugal, Vítor Oliveira conseguiu mais uma vez conquistar esse merecido título. Os castores estavam de regresso à Primeira Liga, uma época depois de deixarem a dita “elite” do futebol português.

Uma cidade em festa. A euforia dos adeptos. Jogadores em lágrimas. “Voltámos ao lugar de onde não devíamos ter saído.” Diziam eles, esperançosos. No entanto, algo não bate certo visto que o FC Paços de Ferreira se encontra 17º lugar na tabela classificativa com apenas 11 pontos em 14 jornadas. Vítor Oliveira fica fora das contas e é contratado pelo igualmente recém subido, Gil Vicente.

É, ainda, de salientar a instabilidade na equipa de Paços de Ferreira, visto que ainda há cerca de quatro meses trocou de treinador. A equipa técnica liderada por Filipe Rocha, conhecido como Filó, apenas contava com um ponto até ao momento, algo que foi fatal para o técnico que acabou por abandonar o comando da equipa. Foi substituído por Pepa, o treinador português encontrava-se sem clube desde que abandonou o CD Tondela na última época, no entanto o cenário não mudou de faceta e continuou em ruínas.

Esta tem sido uma equipa sem alma
Fonte: FC Paços de Ferreira

Onde vai o FC Paços de Ferreira parar? Será esta longa caminhada na Primeira Liga Portuguesa uma caminhada breve ou veio realmente para ficar? Até ao momento contamos com alguns boas exibições da equipa liderada pelo técnico Pepa, no entanto ainda não vimos uma exibição digna e com raça de castores. Vencedores contra (recentemente) o SC Braga, o CD Tondela, o CD Aves – esta vitória não é nada de louvar, visto o historial da equipa avense, três meras vitórias onde a equipa conseguiu ainda demonstrar o ADN do futebol da equipa da capital móvel, mas o cenário parece um círculo vicioso sem fim.

Anúncio Publicitário

Relembro nostalgicamente a identidade que o clube costumava transmitir no futebol português. Relembro a qualificação para a UEFA Champions League, após terminarem em 3.º na tabela classificativa da Liga Portuguesa na época de 2013/14. “Por Paços, Esforço e Vitória” era esse o lema. No entanto, que te fizeram FC Paços de Ferreira?

Foto de Capa: FC Paços de Ferreira