5.

 

Rúben Gonçalves (Rio Ave FC) – Teve apenas uma participação na longa temporada 2019/20 no jogo em Setúbal frente ao Vitória local. A estreia a titular surpreendeu, não pela juventude do jogador (21 anos) mas porque era acima de tudo um elemento preponderante na excelente equipa de sub23 vilacondense. Contudo, com o términus antecipado da competição, tornou-se normal a utilização de alguns jogadores dessas equipas para colmatar possíveis lesões e castigos nas principais equipas. Com a chegada de Mário Silva, sobejamente conhecido pelo trabalho na formação, é de esperar que a aposta em jovens como Rúben Gonçalves e outros (por exemplo, Costinha) seja ainda mais contínua.