Cabeçalho Futebol NacionalNo Norte, na cidade de Póvoa de Varzim, mora um clube histórico no futebol português. O Varzim é, em Portugal, uma das equipas com maior número de participações na primeira liga e, depois de uma fase em que o clube passava por grandes dificuldades, esta temporada têm demonstrado que o lugar do Varzim é na primeira liga.

Na cidade da Póvoa, os lobos do mar ou poveiros, as alcunhas para os adeptos do clube, já suspiram por uma participação na Primeira Liga. De facto, o Varzim está presente no imaginário de qualquer adepto português que se preze. A equipa alvinegra, depois de um período em que tinha presença habitual na primeira liga, já não joga no principal escalão do futebol português desde 2002, ou seja, há 15 anos.

Depois da descida à segunda divisão, na época 2002-2003, o melhor que o Varzim conseguiu foi um 5º lugar em 2005.  Seguiram-se anos em que a equipa não passava do meio da tabela, acumulando duas descidas ao Campeonato Nacional de Séniores, regressando, de novo, e em definitivo, à segunda liga, na temporada passada com um prometedor nono lugar de estreia, numa época em que passaram pelo clube três técnicos diferentes.

O antigo estádio do Varzim remete-nos para a década de 80 e 90, num estádio que tem sido talismã para a equipa poveira Fonte: Varzim SC
O antigo estádio do Varzim remete-nos para a década de 80 e 90, num estádio que tem sido talismã para a equipa poveira
Fonte: Varzim SC

Esta temporada, o objetivo era fazer melhor, privilegiando um futebol positivo e adotando uma política de formação e rentabilização de jovens jogadores. A época da equipa poveira, começou com Armando Evangelista. O treinador que tinha passado pelo Vitória SC B e pelo Vitória SC, durante sete jogos, foi a grande aposta da direção do clube alvinegro para a época. A ideia era a de apostar num técnico com experiência e que, ao mesmo tempo, estivesse à vontade a trabalhar com jovens. A ideia era boa, mas não resultou. Depois de 13 jogos à frente do clube da Póvoa do Varzim, o técnico somava apenas quatro vitórias.

O despedimento acabou por surgir e, para treinador, a escolha recaiu em João Eusébio, homem responsável pela formação do clube. Nem sempre os despedimentos a meio da temporada resultam bem mas, desta vez, a entrada de João Eusébio como treinador do clube poveiro fez milagres. Desde que o técnico assumiu o comando do clube, o Varzim soma 14 vitórias em 26 jogos, ocupando o terceiro lugar do campeonato, a apenas sete pontos do lugar que dá direito à subida e com menos um jogo.

Anúncio Publicitário

Foto de Capa:  Varzim SC