A CRÓNICA: RESULTADO SEGURO, EXIBIÇÃO NEM TANTO

Jogo importante para o FC Porto neste campeonato. Caso perdesse a partida ficaria a dez pontos do primeiro lugar antes do encontro com o SL Benfica. Com a instabilidade que se tem vivido nos últimos dias, este jogo era também importante para Sérgio Conceição manter a confiança da direção e dos adeptos. Contudo, o FC Porto respondeu bem às críticas com uma goleada, mas… a exibição não foi por aí além. Jogo sempre controlado pelos visitantes, mas com pouca intensidade para quem queria assumir o rumo da partida.. Até ao momento do primeiro golo, só os azuis e brancos é que eram detentores de oportunidades concretas de golo no jogo. Aos 39 minutos de jogo, o mexicano Corona, que já tinha ameaçado, fez o primeiro golo da partida. Um golo que nasce de bola parada para a turma de Sérgio Conceição, um dos pontos fortes desta equipa.

Num espaço de cinco minutos o FC Porto marcou outro golo, também de bola parada. Passe teleguiado de Sérgio Oliveira para Alex Telles que recebe e entra dentro de área para fazer o golo. O brasileiro deu conforto ao resultado mesmo antes do apito para intervalo. O FC Porto assumia o jogo, uma vez que o Vitória FC não teve qualquer oportunidade, mas sem qualquer tipo de intensidade ofensiva. O terceiro golo nasce de uma entrada com tudo do FC Porto após o intervalo e um lapso gigante, tanto de Artur Jorge como de Makaridze. A defesa sadina ficou mal na fotografia, deixando Soares fazer o seu 16º golo da sua conta pessoal nesta época. A partir deste terceiro golo, o FC Porto parece ter tirado o pé do acelerador, e mesmo assim, o Vitória FC não conseguiu aproveitar. O quarto golo acaba por surgir de um contra-ataque e Luis Díaz fez parecer fácil jogar futebol com a sua habitual diagonal para o meio.

A FIGURA

Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Sérgio Oliveira – Interventivo em todos os lances de golo, ora a atacar ou a defender, o centrocampista português teve uma exibição bastante segura. Uma “semi-assistência” no primeiro golo, um grande passe para Alex Telles no segundo, uma excelente combinação com Manafá no terceiro e um corte que lançara o ataque do FC Porto no quarto golo. Para além disso, ainda ameaçou a baliza de Makaridze.

O FORA DE JOGO

Fonte: Vitória FC

Zequinha – Erro colossal no segundo golo do FC Porto ao não acompanhar Alex Telles e pouca inspiração ofensiva para o 87 da equipa de Setúbal. Teve claramente a pior prestação em campo esta noite e apenas deu nas vistas pelos aspetos negativos

ANÁLISE TÁTICA – VITÓRIA FC

O Vitória FC entrou em campo num sistema tático de 4-2-3-1 com Guedes a ser o homem da frente de ataque. Faltou bastante identidade, criatividade e irreverência no ataque setubalense e muita segurança na defesa. Artur Jorge entrou bem no jogo, mas ao longo da partida comprometeu em lances determinantes. Zequinha, na ajuda à defesa, não conseguiu acompanhar Alex Telles e, praticamente, ofereceu-lhe o golo. No ataque, muitas perdas de bola e dribles sem sucesso por parte do 87 do Vitória FC. Carlinhos foi quem esteve melhor nesta equipa e o único a conseguir criar verdadeiras oportunidades de perigo.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Makaridze (3)

Jubal (5)

Artur Jorge (3)

Sílvio (5)

Pirri (4)

José Semedo (5)

Mansilla (4)

Éber Bessa (4)

Zequinha (3)

Carlinhos (5)

Hélder Guedes (4)

SUBS UTILIZADOS

Hachadi (4)

Vilela (4)

Nuno Pinto (4)

ANÁLISE TÁTICA – FC PORTO

Sérgio Conceição a optar por um sistema 4-3-3 com Corona, Soares e Luis Díaz na frente. Esta tríade ofensiva deu resultados, uma vez que os três acabaram por marcar na partida. No entanto, faltou alguma intensidade ofensiva para quem queria assumir o jogo. A goleada não é um reflexo da exibição, uma vez que este Vitória FC evidenciou muito facilitismo e, ainda assim, o FC Porto não aproveitara na sua totalidade. Corona subiu no terreno e Manafá foi o homem chamado para o corredor defensivo do lado direito. A dupla acabou por funcionar de forma positiva, tanto a nível ofensivo como defensivo.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Marchesín (6)

Manafá (6)

Mbemba (6)

Iván Marcano (5)

Alex Telles (7)

Sérgio Oliveira (9)

Matheus Uribe (5)

Luis Díaz (7)

Otávio (6)

Tecatito Corona (9)

Tiquinho Soares (7)

SUBS UTILIZADOS

Romário Baró (6)

Zé Luís (5)

Vítor Ferreira (5)

 Foto de Capa: Vitória FC

Comentários