futebol de formação cabeçalho

A equipa de juniores do Sporting CP entrou no jogo desta tarde na sua academia disposta a discutir a vitória e o apuramento para a fase seguinte da competição. Perante um Schalke 04 tímido e inseguro, a entrada dos verde e brancos (que hoje jogaram de amarelo) não podia ter sido melhor, inaugurando o marcador por Bubacar Djaló logo ao minuto quatro, aproveitando um brinde da defesa alemã. A equipa contrária tinha agora de ir à procura do golo do empate, mas encontrava pela frente não só o forte vento que se fazia sentir em Alcochete, mas também uma equipa do Sporting bem organizada, com as linhas muito juntas. Até ao minuto 44 as equipas equivaleram-se em oportunidades de golo, com mais posse dos visitantes, mas com os da casa mais perigosos nas transições. Em cima do intervalo, um golo de livre do ponta de lança Postiga dilatava a vantagem para 2-0 e abria boas perspectivas para as hostes leoninas, deixando os alemães em maus lençóis.

O início da 2ª parte mostrava uma equipa do Schalke mais atrevida. Com o vento pelas costas e sem ter nada a perder, embora sem ter feito muito para o merecer, chegou ao primeiro golo num canto, seis minutos após o reatamento, com grande permissividade da defesa da casa (o jogador alemão cabeceou sem oposição na pequena área!).

scp youth 1
O Sporting festeja o primeiro golo da partida

A equipa verde e branca tremeu com este golo e mostrou alguma insegurança, não conseguindo ter a bola. Ao minuto 58 o árbitro decidiu inclinar o jogo a favor do Schalke e em dois minutos amarelou duplamente Fábio Martins, deixando o Sporting em inferioridade numérica. O treinador dos da casa (que se estreava no  banco) procurou equilibrar a equipa fazendo entrar Pedro Ferreira para o lugar de Rafael Barbosa, mas ao minuto 65, numa bola lançada nas costas do lateral direito do Sporting, o extremo contrário conseguiu cruzar e o ponta de lança, entre os dois centrais da casa, finalizou, conseguindo o empate. O Schalke sem mostrar grandes argumentos chegava ao seu objectivo. Eram agora os da casa que teriam de ir à procura de nova vantagem para manterem o sonho do apuramento; no entanto, com menos um homem em campo praticamente toda a segunda parte, não conseguiam criar perigo junto da baliza contrária e desequilibravam a sua defensiva para tentarem estender o jogo. Já no minuto 90, mais uma vez uma precipitação da defesa do Sporting permitiu, num mau alivio, isolar um avançado do Schalke que, sem oposição à boca da baliza, concretizava o volte-face.

Não se pode dizer que tenha sido uma vitória justa pelo jogo jogado, mas esta sorriu a quem melhor aproveitou as facilidades concedidas pelo adversário.

Anúncio Publicitário

No final o Schalke fez a festa do apuramento (juntamente com o Chelsea, que esmagou o Maribor na Eslovénia por 0-7), enquanto ao Sporting resta honrar as camisolas e tentar nas duas próximas jornadas deixar uma imagem digna e que, simultaneamente, permita a estes jovens jogadores continuarem a crescer a nível internacional.