ÚLTIMA HORA:

Análise aos pecados do FC Porto em 2016/2017

A primeira grande prova de LG chegou em Janeiro: arrumar a casa. O plantel emagreceu, e bem, e foi contratado apenas e só Soares. E muito graças ao arranque fulgurante do brasileiro os portistas voltaram a acreditar que era possível ganhar o campeonato. Mas depressa a ilusão acabou. O Benfica começou a perder pontos e o FC Porto nunca foi capaz de aproveitar e passar para a liderança. A equipa amedrontou-se nos grandes momentos e, em algum deles quase que era possível ver o rosto de NES refletido em campo. O FC Porto tornou-se numa equipa apática, para não dizer mansa, e deixou de ser capaz de combater os obstáculos que lhe foram criando.

E foi esse o grande pecado de NES: não sentir, ou não demonstrar sentir, que estava a ser roubado semana após semana. O clube não pode assumir una postura agressiva e de denuncia constante, em todos os meios que tem ao dispor, como fez o FC Porto e ter um treinador num registo completamente diferente. Não, não tem de haver uma cartilha azul e branca, mas neste caso nem era preciso, de tão óbvios que eram os acontecimentos. Nuno quis dar uma se Rui Vitória, ou de candidata a Miss Universo, ou de Nobel da Paz, mas isso só resulta quando se está no lado dos beneficiados.

Fonte: FC Porto
Fonte: FC Porto

Acredito que a SAD aprendeu muito com esta época e que, por isso mesmo, está agora a preparar a próxima de forma muito mais rigorosa. Importa agora fechar contrato com um treinador que devolva a esperança aos portistas, seja ele Marco Silva ou outro, para que este comece a trabalhar em conjunto com Luís Gonçalves na composição de um plantel que devolva, de uma vez por todas, o estatuto de campeão ao FC Porto.

Foto de Capa: FC Porto

Componente 5 – 1 (1)

Amante de futebol e Dragão desde sempre, faz do FC Porto um amigo de todas as ocasiões. Como qualquer portista que se preze, defende o Brasão Abençoado com unhas e dentes sempre que necessário.                                                                                                                                                 O Rui não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Amante de futebol e Dragão desde sempre, faz do FC Porto um amigo de todas as ocasiões. Como qualquer portista que se preze, defende o Brasão Abençoado com unhas e dentes sempre que necessário.                                                                                                                                                 O Rui não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA